Grupo chinês amplia investimento na Cidade Matarazzo

A holding chinesa Chow Tai Fook Enterprises (CTF), de Hong Kong, confi rmou um aporte adicional de R$ 290 milhões no complexo chamado Cidade Matarazzo, na região da Paulista em São Paulo (SP), que reúne hotel, torre residencial e shopping. É controladora do projeto a Allard francesa, proprietária do hotel de 6 estrelas a ser erguido, que aportou R$ 400 milhões, além de R$ 250 milhões de fi nanciamento. Em obras desde abril de 2016, a previsão da abertura é em 2019

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

Novas concessões incluem 11 portos e leilão da Dutra

A nova rodada de concessões anunciada pelo governo federal inclui a privatização das estatais de saneamento em 15 Estados; um novo leilão para a concessão da rodovia Presidente Dutra; 11 projetos no setor portuário, sendo quatro novas licitações no valor de R$ 400 milhões, e sete renovações antecipadas que vão implicar em investimentos de R$ 900 milhões; 35 lotes de linhas de transmissão; e a antecipação do edital do Ferrogrão, a ser financiado por recursos privados de tradings.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

TGP e consórcio BTG/Equatorial disputam ativos da Abengoa

O fundo de infraestrutura da TGP-Texas Pacific Group e o consórcio BTG/Equatorial estão entre os favoritos para arrematar os ativos da Abengoa no País, dependendo da decisão dos credores a ser anunciada no fi nal do março. A proposta da TGP é de R$ 1 bilhão, excluídos os projetos não iniciados. A obra mais polêmica é o linhão de Belo Monte, de 1.854 km, que deveria ter sido entregue em fevereiro de 2016.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

Carrefour prevê manter investimentos de 500 mi de euros

O Brasil deve ficar com a maior parte dos recursos, já que gerou receita de 12 bilhões de euros em 2016, como segundo maior mercado e com 16% da receita global da Carrefour, contra 2,5 bilhões de euros na Argentina. A varejista tem previsão de abrir este ano 70 novas minilojas da bandeira Express. A rede Atacadão será ampliada e renovada, a exemplo dos hipermercados.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

Execução orçamentaria das estatais pode atingir R$ 86,2 bi

Após atravessar os dois piores anos desde 2011 — quando atingiram em investimentos R$ 80,2 bilhões em 2015 e R$ 56,4 bilhões em 2016, como refl exo da redução dos aportes a Petrobras e a Eletrobras —, a execução dos orçamentos das estatais deve subir para R$ 86,2 bilhões em 2017, gasto efetivo equivalente a 1,33% do PIB. Em entrevista ao jornal Valor, o secretário de coordenação do Ministério do Planejamento, Fernando Soares, afi rmou que a taxa de investimentos da economia no terceiro trimestre de 2016 foi de 16,5% do PIB, quando o ideal é chegar a 22% ou 23% do PIB para a retomada da economia. Ele aponta os investimentos privados como cruciais nesse processo.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

Shanghai Electric negocia com Eletrosul obras de R$ 3,3 bi

A estatal negocia com um dos maiores fabricantes de equipamentos de energia da Ásia para investir na construção de 2.169 km de linha de transmissão e 21 subestações, sendo oito novas e o restante ampliações, no Rio Grande do Sul. Os recursos demandados pelas obras somam R$ 3,3 bilhões. A empresa chinesa tem receita de US$ 12,3 bilhões e possuem ativos no valor de R$ 25 bilhões.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais

Governo quer piso menor para PPP e contratos padronizados

Reduzir a parceria público-privada (PPP) e formatar contratos padrão, que qualquer instituição estadual ou prefeitura possa adotar, estão entre as providências em estudo pelo governo federal para estimular o uso desta modalidade. O Canadá adota há anos contratos padrão que as províncias e os organismos federais utilizam nas licitações de PPPs, eliminando um grande número de incertezas e questionamentos por parte dos participantes, incluindo os bancos.

Fonte: Redação OE

siga-nos em nossas redes sociais
Page 3 of 14 12345...»