Chinesa assina projeto no Comperj

A Kerui Petroleum, da província de Shandong, na China, assinou no último dia 28 de março, com a Petrobras um contrato EPC para construção da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) ROTA-3 do Pré-Sal, localizada no Comperj, em Itaboraí (RJ), no valor de aproximadamente US$ 600 milhões.

Esta é a primeira licitação pública da Petrobras para instalações industriais de petróleo desde 2014, e também o maior projeto de tratamento de gás natural do Brasil. Trata-se de uma iniciativa  de fundamental importância para o desenvolvimento da produção de petróleo e gás do pré-sal.

A Kerui Petroleum é a primeira empresa privada chinesa a obter um contrato com a Petrobras na área da engenharia.

Para a execução desse projeto a Kerui Petroleum contará com a parceria da Método Potencial, uma empresa brasileira de engenharia, que nas últimas quatro décadas entregou  uma centena de projetos para  a Petrobras.

Desde janeiro de 2017, após oficialmente receber da Petrobras os documentos da licitação do projeto, a Kerui Petroleum e a Método Potencial trabalharam juntas para oferecer a melhor proposta.

O projeto da planta de tratamento de gás natural, conquistado pela Kerui Petroleum, será a maior planta de tratamento de gás natural do Brasil. O projeto vai gerar até 2.000 empregos locais direto.

A planta será predominantemente usada para processar o gás natural produzido, associado ao processo de extração do petróleo do pré-sal na Bacia de Santos. A conclusão da planta dobrará a capacidade de processamento do gás natural no Pais, passando de 23 milhões para 44 milhões de metros cúbicos por dia.

 

Facebook Comments
siga-nos em nossas redes sociais
0