Engeform estuda oportunidades de operação em saneamento

A construtora Engeform tem focado suas atividades nos mercados de saúde e saneamento. Neste último segmento, a empresa estuda também oportunidades de operação.

De acordo com Marcelo Castro, diretor de Negócios da Engeform, saneamento é uma área que a empresa possui grande expertise e, por isso, avalia oportunidades de estruturar projetos para prefeituras. A empresa já chegou a ter uma concessão no segmento, na cidade de Blumenau (SC).

Recentemente, a empresa participou de consórcio construtor de duas grandes obras da Sabesp: ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto de Barueri (SP) e a Transposição Jaguari-Atibainha, que tem o objetivo de interligar duas bacias hidrográficas e dar mais segurança de abastecimento de água à Região Metropolitana de São Paulo.

Atualmente, a empresa realiza para a Sabesp a construção de uma adutora de 8 km em Caieiras (SP). São mais de 100 projetos entregues no segmento de saneamento em 42 anos de existência.

Já na área de saúde, a empresa desenvolve atualmente oito projetos em estabelecimentos de saúde. Dois são para a iniciativa privada: Hospital UNIMED Betim (MG), com construção de edificação de 46 mil m² com 480 leitos; e reforma de edificação para funcionamento do Hospital Sírio Libanês de Brasília (DF), com 144 leitos e 35 mil m² de área construída.

Mas a maior obra da Engeform em andamento no segmento de saúde é a ampliação do Hospital das Clínicas de Porto Alegre (RS), com 289 leitos e 84 mil m² de área construída. Prevista de ser entregue no final desse ano, há hoje no canteiro 850 trabalhadores. A construção está sendo financiada pelo Ministério da Educação, por se tratar de um hospital universitário vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

“Este é um segmento (saúde) crescente no País”, afirma o executivo. De acordo com Marcelo, as decisões de investimentos têm demorado muito para amadurecer no País, mas quando se resolve fazê-lo, “a busca por rapidez de implantação é enorme”. Por conta disso, a Engeform tem cada vez mais se aplicado em sistemas construtivos que atendam prazos mais curtos.

O grupo Engeform, que envolve negócios nas áreas de construção, desenvolvimento imobiliário e energia renováveis, tem faturamento de aproximadamente R$ 400 milhões.

No segmento de Desenvolvimento Imobiliário mantém 13 edifícios nos eixos das Avenidas Faria Lima, Berrini e Paulista, em São Paulo (SP), sendo que quatros deles com serviços de coworking, modelo de locação empresarial que cresce rapidamente, segundo Marcelo.

No setor de energia renovável, a empresa opera o Complexo Eólico Serra das Vacas, em Pernambuco, com capacidade total de 141,7 MW. A empresa também atua em manutenção de rede para distribuidoras de energia.

A empresa integra ainda o projeto focado em inovação na área de engenharia e projetos de infraestrutura, o Okara Hub. Nesta iniciativa, 102 startups se inscreveram e 13 foram pré-selecionadas recentemente. O objetivo do programa, realizado pela Engeform e mais três empresas, é desenvolver projetos ligados à melhoria nas áreas de engenharia, construção e segmento imobiliário. (Augusto Diniz)

Facebook Comments
siga-nos em nossas redes sociais
0