MT: Obras mudarão cara da travessia urbana

O investimento geral de R$ 44,925 milhões mudará totalmente o visual da travessia urbana da BR-364 em Rondonópolis. Com recursos oriundos do Governo Federal, em parceria com a Prefeitura de Rondonópolis, o projeto contemplará diversos tipos de obras em um trecho de 13,4 quilômetros da BR-364, que vai da ponte do Córrego Lourencinho até o Posto da PRF. O prazo para a conclusão de todas as obras previstas no contrato é de dois anos, ressaltando que os trabalhos tiveram início no final de março deste ano.

A Objetiva Engenharia é a empresa responsável pelas obras na travessia urbana da BR-364, em Rondonópolis. Conforme o engenheiro civil da empresa, Valdir Regis Ribeiro Mota, a realização das melhorias previstas garantirá aos usuários e população um trânsito mais eficaz, acesso facilitado aos bairros próximos e, principalmente, mais segurança para a principal rodovia que corta o município.

Até agora, Valdir Regis informa que os trabalhos têm se restringindo em serviços de topografia e realização de levantamentos, deslocamentos de postes e nivelamento de solo. Quando as obras estiverem em seu pico, a partir do meio de julho próximo, o engenheiro acredita que mais de 150 pessoas estarão empregadas nesse trecho, em Rondonópolis. Ele ressaltou que todo o trecho vai estar com serviços de engenharia de acordo com a legislação ambiental.

As obras
Muitas vezes, o investimento é citado como a duplicação de todo o trecho em questão da BR-364. Mas, na verdade, o trecho do Posto Trevão até o antigo aeroporto já é duplicado. Por isso, conforme o contrato, a duplicação da BR se dará nos trechos do Córrego Lourencinho até o Posto Trevão e do antigo aeroporto até o Posto da PRF. Em todo o trecho já duplicado, vão ser construídas vias marginais, ciclovia e calçadas. Vale salientar que um pequeno trecho BR-364 possui vias marginais, a exemplo da região próxima à nova rodoviária. E mesmo o trecho a ser duplicado contará com vias marginais, ciclovia e calçada.

Ao longo dos 13,4 quilômetros contemplados, serão construídos cinco trevos: sendo um na região de acesso ao Verde Teto; um na região de acesso ao distrito industrial Vetorasso; um na região de acesso à Gleba Rio Vermelho; um na região de acesso ao Anel Viário; e outro na região antes do posto da PRF. Duas passagens de nível, que passarão por debaixo da BR-364, serão construídas, sendo uma na região da Vila Mamed/Vila São Paulo e outra do outro lado da ponte, ambas para veículos e pedestres. Essas passagens de nível atenderão a uma antiga reivindicação dos moradores da região da Vila Mamed que se arriscam em atravessar a rodovia.O contrato prevê ainda a recuperação do pavimento das pistas existentes.

Comunidade ainda quer mais
Apesar do expressivo investimento a ser feito no trecho, a comunidade de Rondonópolis entende que é preciso haver mais melhorias. Uma delas é a reivindicação da construção de uma passarela sobre a BR-364, ligando a região da nova rodoviária à região do Parque Universitário. O atual contrato não prevê a passarela nessa região, sendo preciso enviar solicitação ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Com o crescimento da cidade, autoridades também têm tentado viabilizar a duplicação da BR-163, entre o Posto Trevão até o futuro terminal da ferrovia Ferronorte, que está previsto para ser construído nos próximos anos. O projeto de duplicação desse trecho, inclusive, já está no DNIT, mas ainda não foi aprovado e não tem recursos viabilizados.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *