Blog

New Holland lança linha nacionalizada de escavadeiras

A New Holland Construction lançou oito novos modelos de escavadeiras hidráulicas, sendo que seis são fabricadas na planta de Contagem (MG) da marca. Segundo a empresa, foram investidos R$ 36,5 milhões no projeto envolvendo desenvolvimento e linha de montagem.

Os novos modelos de escavadeiras hidráulicas são as E145C EVO (13 t), E175C EVO (18 t), E215C EVO
(21 t), E245C EVO (24 t), E385C EVO (35/40 t), E405C EVO (45 t), E485C EVO e E505C EVO (50 t) – os dois
últimos modelos é que continuarão sendo importados e o restante fabricado no Brasil. Marcelino Baião, diretor comercial da New Holland Construction Brasil, diz que os estudos de desenvolver essa nova linha de máquinas no País começaram há cerca de cinco anos. “Fazíamos escavadeiras, mas se pensava numa oferta maior de modelos”, diz.

Segundo ele, percebeu-se que os clientes passaram a exigir um número maior de produtos nessa linha, para obras de maior porte e exigências. “Houve migração para outros modelos, antesmuito concentrado em escavadeiras de 20 t a 24 t”, conta.

Os modelos E405C e E245C são mais voltados ao mercado de mineração, para atender situações mais severa, com reforço no braço, contrapeso maior e caçamba robusta.

Os diferencias da nova linha incluem motores Tier 3 com injeção eletrônica. “Investimentos pensando no
futuro dos negócios da construção e na adequação tecnológica da linha de produtos”, afrma Marcelino.

O diretor comercial da marca conta ainda que tem sido crescente a busca por sistemas tecnológicos de
controle de obras e produtividade de máquinas. A New Holland tem duas soluções nesse campo: FleetForce e FleetGrade.

A FleetForce é uma ferramenta para monitoramento da frota de máquinas capaz de controlar pelo computador todo o desempenho do equipamento, sua produtividade e consumo. Já a FleetGrade permite que os equipamentos trabalhem de forma guiada, seguindo o estabelecido em projeto. “Essas tecnologias
ainda estão sendo oferecidas de forma opcional, mas já há quem exija isso”, conclui Marcelino.

Fonte: Revista O Empreiteiro

0

Add a Comment