Nova Tamoios Contornos segrega tráfego local do rodoviário

Execuções margeiam e também atravessam regiões com mata nativa
 
Segunda fase do projeto Nova Tamoios, via terá 33,9 km e contornará os municípios de Caraguatatuba e São Sebastião, no Litoral Norte de SP; obras estão em andamento

Guilherme Azevedo

 

Cerca de 1.100 trabalhadores executam as obras da Nova Tamoios Contornos, via que deverá duplicar a capacidade de tráfego entre os municípios de Caraguatatuba e São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo. É a segunda fase do projeto Nova Tamoios. A primeira etapa, de duplicação de 49 km no trecho do Planalto Paulista da Rodovia dos Tamoios (SP-099), foi concluída em janeiro de 2014 ao custo total de R$ 1,1 bilhão. A terceira e última fase do empreendimento é a de duplicação de trecho de serra (entre o km 60,4 e o km 82), na descida do planalto para o litoral, cujas obras devem começar em meados deste ano.
 

As duas primeiras etapas da Nova Tamoios são iniciativa exclusiva do governo estadual paulista, com projeto e gestão da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa). Para a duplicação no trecho de serra, foi lançado edital de parceria público-privada, vencido pelo consórcio liderado pela construtora Queiroz Galvão.

 

O objetivo geral da Nova Tamoios é melhorar o fluxo de veículos entre o Vale do Paraíba, desde São José dos Campos (SP), onde tem início a Rodovia dos Tamoios, e o Litoral Norte paulista, incentivando o turismo e a economia locais e facilitando o acesso ao Porto de São Sebastião. Ali, por exemplo, a Petrobras mantém terminal privativo para transporte de derivados de petróleo, e o governo paulista tem planos de duplicar as instalações portuárias como um todo. Uma via rodoviária eficiente, portanto, é condição para o desenvolvimento e a geração de negócios. A Nova Tamoios Contornos cumprirá também função específica: a de separar o tráfego rodoviário, sobretudo o pesado (de caminhões), do tráfego urbano local, melhorando a mobilidade dos viajantes. Objeto do desejo de milhões de turistas no verão e em feriados, Caraguatatuba e São Sebastião tornaram-se destinos congestionados, com viagens que consomem muitas horas.

 

Obras divididas em quatro lotes

A Nova Tamoios Contornos será uma rodovia de pista simples, com extensão total de 33,9 km e custo global estimado pela Dersa em R$ 1,99 bilhão. As obras foram divididas em quatro lotes: os 1 e 2 (com 6,2 km e 18,4 km de extensão, respectivamente) estão sendo executados pela Serveng/Civilsan e os 3 e 4 (com 5 km e 4,3 km), pela Queiroz Galvão. A construção nos lotes 1 e 2 teve início em outubro de 2013 e deve terminar em janeiro do ano que vem. A execução dos lotes 3 e 4 começou em junho do ano passado e deve ser concluída em junho de 2017. O projeto prevê a construção de cinco túneis com pista dupla (totalizando dez túneis) e 39 obras de arte especiais (pontes e viadutos).

 

Dois túneis (T 101 e T 102) se localizam no lote 1; dois se situam no lote 3 (T 301 e T 302/401); e dois (T 402 e T 302/401, este último como continuação do túnel do lote anterior), no lote 4. Os mais extensos são o T 301 e o T 302/401, com 2.266 m e 2.465 m, respectivamente. Entre as obras de arte especiais do projeto, sobressaem duas pontes: a OAE 103, sobre o rio Guaxinduba e a estrada do Cantagalo, com 556,4 m de comprimento, e a OAE 213, que transpõe o rio Claro e tem 520 m de extensão, ambas em Caraguatatuba. O projeto prevê também a execução de um elevado, de 1.092 m, em São Sebastião.

 

As frentes de trabalho concentram-se agora na execução dos seguintes serviços: 1) terraplenagem (com limpeza e corte e aterro do terreno); 2) drenagem (com instalação de bueiros e passagem de fauna); 3) fundação de obras de arte especiais (com estacas pré-moldadas, estacas-raiz e tubulões); 4) emboque de túnel e instalação de elementos estruturais para dar sustentação e segurança na hora de escavar (enfilagem no contorno do teto; e pregagem na face frontal) e escavação propriamente dita. A terraplenagem e a pregagem dos emboques dos túneis 102 e 301 já foram concluídas. No pico geral dos trabalhos, os quatro lotes deverão empregar 3.100 funcionários, segundo a Dersa.

 

O traçado da rodovia margeia e muitas vezes atravessa áreas hoje ocupadas. Por isso, desapropriações e reassentamentos são necessários. A Dersa, com o apoio das prefeituras de Caraguatatuba e São Sebastião, é responsável pelo cadastramento e o encaminhamento das famílias. Quem tem título de propriedade do terreno/imóvel é desapropriado e ressarcido. Quem não tem como comprovar propriedade é assentado em outro sítio. O objetivo é manter as famílias no mesmo bairro onde vivem. O número estimado é de cerca de 600 famílias reassentadas e em torno de 300 imóveis desapropriados.

 

 

A Nova Tamoios Contornos

 

Lotes

Localização

Extensão (km)

Construtora

1

Caraguatatuba (SP). Da Rodovia dos Tamoios (SP-099) à SP-055, na praia de Martim de Sá

6,2

Serveng/Civilsan

2

Da Rodovia dos Tamoios (divisa entre Caraguatatuba e São Sebastião) até o bairro
do Jaraguá, em São Sebastião (SP)

18,4

Serveng/Civilsan

3

São Sebastião. Da Costa Norte ao Morro do Abrigo

5

Queiroz Galvão

4

Do Morro do Abrigo ao Porto de São Sebastião

4,3

Queiroz Galvão

 

Fonte: Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa)/Janeiro 2015.

 

Os túneis da Nova Tamoios Contornos

Túnel

Pista

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

T 101

Bairro Casa Branca/Cidade Jardim – Caraguatatuba

Esquerda

1.039+3,490

1.052+6,332

263,00

Direita

1.040+0,387

1.052+3,676

243,00

T 102

Bairro Estrada da Serraria/Rio do Ouro – Caraguatatuba

Esquerda

1.222+8,817

1.241+13,000

384,00

Direita

1.222+0,098

1.242+6,700

407,00

Extensão Total dos Túneis do Lote 1 (m)

1.297,00

 

 

Túnel

Pista

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

T 301

Bairro Jaraguá/Morro do Abrigo – São Sebastião

Esquerda

3.010+0,000

3.123+4,033

2.264,00

Direita

3.009+15,309

3.123+1,498

2.266,00

T 302 / 401

Bairro Morro do Abrigo / Olaria – São Sebastião

Esquerda

3.194+18,048

3.244+10,081

992,00

Direita

3.195+0,000

3.244+0,191

980,00

Extensão Total dos Túneis do Lote 3 (m)

6.502,00

 

 

 

Túnel

Pista

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

T 302 / 401

Bairro Morro do Abrigo / Olaria – São Sebastião

Esquerda

4.000+0,000

4.123+4,722

2.465,00

Direita

4.000+0,000

4.123+4,722

2.465,00

T 402

Bairro Olaria/Topolândia – São Sebastião

Esquerda

4.133+0,601

4.155+4,200

444,00

Direita

4.140+10,897

4.154+3,400

273,00

Extensão Total dos Túneis do Lote 4 (m)

5.647,00

 

Fonte: Dersa/Janeiro 2015.

 

 

Principais OBRAS DE ARTE ESPECIAIS da Nova Tamoios Contornos

Lote 1

OAE

Descrição

Pista

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

103

Bairro Cantagalo – Caraguatatuba

Ponte rio Guaxinduba e estrada do Cantagalo

Principal

1.113+1,850

1.140+18,132

556,40

106

Bairro Cidade Jardim – Caraguatatuba

Viaduto

Principal

1.247+18,000

1.266+6,000

368,00

 

Lote 2

OAE

Descrição

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

208

Bairro Pontal Santa Marina – Caraguatatuba

Passagem superior – Trevo SP –093 (Serra)

2.266

460,00

210

Bairro Morro do Algodão – Caraguatatuba

Viaduto interseção – Serviço Petrobras

2.302+2,276

2.326+8,990

486,70

211

Bairro Pontal Santa Marina – Caraguatatuba

Ponte rio Camburu

2.370+11,757

2.393+16,181

465,00

213

Bairro Morro do Algodão – Caraguatatuba

Ponte rio Claro

2.460+18,595

2.486+17,665

520,00

222

Bairro Jaraguá – São Sebastião

Viaduto – Enseada

2.857+5,000

2.880+5,000

396,00

 

Lote 4

OAE

Pista

Estaca
Inicial

Estaca
Final

Extensão
(m)

403
(Viaduto elevado). Bairro Topolândia – São Sebastião

Dir.

4.160+7,786

4.215+0,279

1.092,00

Fonte: Dersa/Janeiro 2015.

 

Fonte: Revista O Empreiteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *