Notícias

Rumo programa aplicar R$ 9,4 bilhões

A concessionária Rumo, responsável pela administração de 12 mil km de malha ferroviária nos Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, informa que nos próximos cinco anos pretende investir R$ 9,4 bilhões em sua rede.

Os investimentos se concentram principalmente para atender o mercado agrícola. A empresa não detalha os projetos, mas há pelo menos dois com a empreendedora logística TRX.

Um de transporte de fertilizantes para diversas fronteiras agrícolas do País, a partir de um galpão de armazenamento na região portuária de São Francisco do Sul (SC) – este projeto está previsto de terminar até o final do ano.

O outro é a construção de um terminal na região do porto de Paranaguá, para recepcionar grãos e açúcar, com capacidade de 3 milhões t/ano. O investimento nesse projeto é de R$ 200 milhões.

Além disso, a Rumo está em fase final das obras de duplicação da ferrovia Campinas-Santos (SP), iniciadas em 2011. Com investimentos que somam R$ 730 milhões, o principal corredor ferroviário de exportação do País terá sua capacidade ampliada a partir deste ano. A empresa opera a linha.

Este projeto de duplicação resultou na construção de segunda via em 204 km dos 264 km existente da ferrovia. De acordo com a Rumo, cerca de 19 km cortam regiões de relevo acidentado e continuarão sendo percorridos em linha simples.

A última fase da duplicação ferroviária refere-se a 38 km distribuídos em dois trechos: de Embu-Guaçu a Evangelista (próximo à cidade de São Paulo) e de Paratinga a Perequê (na região de Cubatão). A ferrovia Campinas-Santos corta 16 municípios e, para a duplicação, foram construídos um túnel e 35 pontes e viadutos.

A Rumo vem se preparando para expandir o transporte ferroviário até o porto de Santos, principalmente no escoamento da produção de soja e milho da região Centro-Oeste e de açúcar do interior de São Paulo.

 

0

Add a Comment


Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE