Empresa de EPC adota solução de engenharia integrada

Uma das empresas líderes mundiais em EPC (Engineering, Procurement and Construction), com mais de 114 escritórios em 37 países, a WorleyParsons, através de sua a unidade de negócios de hidrocarbonetos, identificou a captura de projetos reutilizáveis e o compartilhamento global de trabalho como novos recursos capazes de aumentar a eficiência da engenharia nos projetos de FEED (pré-detalhamento) para os clientes da empresa.

Com forte presença em todo o mundo e vasta experiência interna, a WorleyParsons precisava de uma solução centrada em dados que pudesse escalar facilmente em várias disciplinas de projeto. Essa solução também tinha que se integrar e interagir com outros aplicativos de terceiros, promovendo uma real padronização em toda a empresa.

Para isso, a WorleyParsons implantou o aspenONE Engineering e o Aspen Basic Engineering (antigo Aspen Zyqad) em quatro centros de projeto globais. Desde a implantação, em 2005, a empresa já entregou mais de 25 grandes projetos com 280 PFDs e 920 serviços de equipamento.

“Ao utilizar o Aspen Basic Engineering, a WorleyParsons avançou efetivamente sua visão de aprimorar a execução de projetos por meio de soluções colaborativas centradas em dados. Podemos explorar com maior eficácia uma profunda experiência global, onde quer que ela resida, e disponibilizar resultados de FEED consistentes, com valor maior para os nossos clientes.” — John Griffith, Gerente de Projeto e Sistemas de Engenharia, WorleyParsons

O desafio da execução de FEED

A execução de projetos de FEED continua sendo um foco e um gargalo dos grandes projetos nas indústrias de processos. Alguns dos principais desafios que a WorleyParsons enfrentou foram a fusão de práticas de engenharia de vários grupos de engenharia em uma abordagem global padronizada; escassez de talentos, manifestada em determinadas regiões geográficas; e lentidão na entrega de dados de projeto conceitual para FEED e daí para projeto detalhado.

Implantação de uma solução global de FEED

Em 2005, depois de planejar uma abordagem de sistemas integrados, a WorleyParsons adotou o aspenONE Engineering e o Aspen Basic Engineering. O foco inicial foi a produção de PFDs, fichas técnicas (datasheets) e deliverables de lista de equipamento, bem como a importação de dados sobre calor e balanço de materiais do projeto conceitual. Após um teste inicial, a solução foi expandida ao longo dos três anos seguintes e utilizada em projetos cada vez maiores e mais complexos.
Os benefícios da reutilização de projetos foram expressivos. Depois que um processo proprietário de enxofre foi modelado no Aspen Basic Engineering, por exemplo, a WorleyParsons pode reutilizar este projeto em projetos subsequentes e obter economias substanciais (estimadas em mais de 20%) em temos do esforço para um projeto repetido.

Infraestrutura para o sucesso

A WorleyParsons entendeu desde o início que a estrutura de suporte para uma solução tão ampla seria vital para seu sucesso no longo prazo. A combinação de uma Comunidade de Prática, padrões de melhores práticas de trabalho e bibliotecas padrão de elementos de projeto reutilizáveis forma a base fundamental da utilização global bem-sucedida do Aspen Basic Engineering. “A WorleyParsons consegue tirar o máximo proveito do aspenONE na área de FEED porque temos uma infraestrutura de suporte administrativo por trás de cada projeto”, disse Drew Dietrich, Administrador de Sistemas de Engenharia da WorleyParsons.

Próximos passos

A WorleyParsons tem adotado a visão de proporcionar a entrega totalmente eletrônica entre FEED e engenharia detalhada. No momento, a empresa está dedicada a expandir a interface entre o Aspen Basic Engineering e o SmartPlant Enterprise, que é o pacote de sistemas de projeto de engenharia preferido da WorleyParsons. Além disso, a empresa pretende avaliar o link ISO 15926 entre o Aspen Basic Engineering e o sistema PDMS da Aveva.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *