Engie mantém interesse por ativos de óleo e gás

Sem alterar sua política de investimentos no País, a Engie vai continuar participando dos leilões de linhas de transmissão, avaliar os ativos em gás natural a serem vendidos pela Petrobras, e o programa de privatização das distribuidoras estaduais de gás canalizado que se encontra em estudos no BNDES.

Outra atividade em que a Engie se prepara para crescer é em serviços de eficiência energética, inclusive via aquisição, para atingir a receita de R$ 1 bilhão em três anos.

A Engie já atua no país em energia eólica, solar, hidrelétrica e termelétrica.

Fonte: Redação OE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *