Categorias

21 de janeiro de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Norse Energy faz primeiro IPO de 2008

2 min read
Norse Energy faz primeiro IPO de 2008

SÃO PAULO – A Norse Energy do Brasil, empresa controlada pela norueguesa Norse Energy Corp. ASA, fará a primeira oferta pública inicial (IPO) de 2008. A companhia, que atua no setor de petróleo e gás, pode levantar até R$ 529 milhões com a distribuição primária.

Está em andamento também uma oferta de ações da Copasa, já listada, e ao menos outras 30 empresas aguardam autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para ir a mercado. No ano passado, 64 novas empresas chegaram à Bovespa, levantando R$ 55,5 bilhões junto ao mercado.

De acordo com o prospecto, serão ofertadas 23 milhões de ações ordinárias da Norse Energy. Tomando por base o teto da estimativa de preços, que oscila entre R$ 16 e R$ 20, a distribuição movimentará R$ 460 milhões. Considerando o exercício do lote suplementar de 15%, o montante chega a R$ 529 milhões. Os bancos UBC Pactual e Unibanco coordenam a operação.

O investidor pessoa física interessado em participar da oferta terá do dia 24 ao dia 29 de janeiro para fazer seu pedido de reserva junto a uma corretora consorciada. O desembolso mínimo é de R$ 3 mil. Pelo cronograma estimado, o preço de emissão será fixado dia 30 e os papéis começam a ser negociados dia 1º de fevereiro no Novo Mercado na Bovespa.

O prospecto indica que 80% dos recursos levantados serão destinados ao desenvolvimento de blocos exploratórios, e os 20% restantes podem ser destinados à aquisição de campos ou blocos de exploração no Brasil.

O controle da companhia é da Norse Energy Corp. ASA, com 99,9% do capital. Tal participação será reduzida para 60,34% com a realização da oferta. O free float será de aproximadamente 40%.

Presente no Brasil desde 1999, a companhia foi uma das primeiras a atuar na produção de óleo depois da flexibilização do monopólio no setor. Os ativos de produção estão situados na Bacia de Santos, Camamu-Almada e Recôncavo. Além destes, a companhia possui blocos exploratórios “onde foi identificado potencial de futuras descobertas”.

Na Nona Rodada de Licitação, ocorrida em novembro de 2007, a Norse adquiriu três novos blocos em consórcio com a Brasoil, localizados na Bacia de Santos, nos quais detém participação de 50%.

Atualmente, a companhia indica ter dois ativos em produção: o campo de Manati, onde se produz gás natural e condensado, e o campo de Coral, que se encontra em fase de produção avançada e tem sido responsável por toda a produção de petróleo da Norse até o presente momento, sendo que seu abandono está previsto para ocorrer durante o exercício de 2008.

Nos primeiros nove meses de 2007, a petrolífera produziu 360 mil barris de petróleo, 72,9 milhões de metros cúbicos de gás natural e 7,2 mil barris de condensado.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *