Categorias

1 de dezembro de 2021

6 lições da Construção Civil que podem ser aplicadas no empreendedorismo

O setor que se mantém estável depois do cenário de pós-pandemia é recheado de aprendizados que podem ajudar quem deseja empreender em 2022; especialista lista dicas

São Paulo, novembro de 2021 – Empreender não é uma tarefa fácil e requer muita coragem e esforço – seja em qualquer segmento. O setor de construção civil, no entanto, conseguiu pegar fôlego durante a pandemia e vê nessa mudança de perfil um aquecimento do mercado. E por sofrer tantas oscilações para se manter em pé, a construção civil pode trazer diversas lições e ajudar quem deseja empreender.

De acordo com Victor Gomes, CEO da Expertise Engenharia, na hora de empreender é preciso enfrentar diversos desafios, mas o principal é saber se planejar. “Alguns países dão show nisso, como Japão e Alemanha. Eles investem tempo no planejamento para a execução ser perfeita. Aqui no Brasil, geralmente, as pessoas não priorizam planejamento e as coisas acabam acontecendo em cima da hora, mesma coisa de trocar o ‘pneu com o carro andando’, mas infelizmente é comum”, explica Victor que tem 18 anos de experiência nesse mercado. 

Abaixo, o executivo lista alguns conceitos importantes no setor da construção civil e que podem ajudar quem quer empreender em qualquer área. Confira:

Desafio Comercial: O primeiro desafio, segundo Victor, é o comercial. “Convencer as pessoas a confiarem um dinheiro alto na sua mão para fazer uma obra, não é fácil. Alguns dizem que precisa ter dom comercial. Tem muito engenheiro, por exemplo, que não consegue trabalhar porque não sabe ser comercial, ou seja, não sabe vender. Como estratégia para superar esse desafio, é saber ser uma pessoa voltada à solução, que resolve problemas, com uma postura profissional positiva, demonstrando evolução. Isso faz com que as pessoas criem uma confiança em você. Costumo dizer que na engenharia civil, conhecemos muita gente, fazemos muito networking e é uma lição essencial para quem deseja entrar para o mundo do empreendedorismo”, salienta.

Planejamento de controle da execução das atividades: “Na engenharia civil os três pilares que mandam são: preço, prazo e qualidade no serviço. Dominar e gerir toda a complexidade de uma obra, cumprindo com esses três requisitos, é um desafio. Isso acontece muito no dia a dia. Também é preciso ter sangue frio e clareza de pensamento para não perder a linha. Isso conquista o cliente e entrega a obra de forma adequada”, diz.

Ainda de acordo com ele, para qualquer empresa, a pessoa deve ter pé no chão, saber dar passo para frente e passo para trás. “Assim é possível planejar, pensar em cima dos problemas, tudo isso faz parte do planejamento. Se você conseguir dedicar um tempo adequado de planejamento para a execução de tarefas, quando iniciar as atividades, elas irão acontecer de forma natural, tudo por meio de um controle de atividades”, complementa Victor.

Seja o “Senhor da Situação”: Tem um pensamento na construção civil que é ser o ‘Senhor da Situação’, ou seja, saber dominar cada aspecto do projeto. “É preciso conhecer o cliente, a execução e saber como lidar com ele ao decorrer das atividades. Também ter em mente a antecipação, a cada tarefa, você deve pensar no melhor e no pior cenário, assim sabe lidar se algo der errado. Imaginar tudo do início até o fim faz com que você enxergue algumas antecipações, isso evolui com rapidez”, aconselha o especialista.

Conquiste o mercado: O maior desafio é conquistar o mercado, ter um produto ou serviço de qualidade que venda por si só. “Para quem começa do zero, precisará gastar saliva para conquistar o mercado, para conseguir ter um serviço ou produto que ande sozinho. Um fato é, quando começamos uma empresa não sabemos o que vai acontecer, então ter algo de qualidade já é um ótimo ponto de partida para te fazer crescer. Todo empreendedor precisa ser empresário, lidar com todas as situações chatas como contabilidade, jurídico, tem muitos assuntos burocráticos. Aprender a gostar da parte chata é necessário para o sucesso de um negócio”, comenta Victor. 

Saiba lidar com todos os tipos de pessoas: “Na construção civil, lidamos com todos os tipos de pessoas – desde as mais simples até o grande empresário. Isso é muito bom para o crescimento pessoal e profissional de um empreendedor, de qualquer área, pois consegue se sintonizar com todos os tipos de perfis, isso me ajudou muito a entender que cada cliente é um cliente, cada fornecedor é um fornecedor, cada um tem um jeito de trabalhar. Entender o valor de cada um, todos têm valor e constroem para que saia conforme o planejado”, salienta.

Faça amigos: Tenha muitos amigos e todos os tipos de amigos. “Faça parte de clãs diferentes, conheça pessoas diferentes. A diferença complementa. Assim, uma hora cada um deles vai te salvar em algum ponto. Tem sempre alguém para recorrer, isso no empreendedorismo é base, porque sempre vai ter alguém sabendo lidar com os problemas”, finaliza Victor Gomes.

Sobre a Expertise Construtora

A Expertise Engenharia é uma empresa brasileira com atuação no gerenciamento e administração de obras e mãos de obra para construções comerciais, corporativas e residenciais, desenvolvendo soluções inteligentes para ocupações de espaços, focando na adequação dos custos, prazo e qualidade à necessidade do cliente, contando com colaboradores multidisciplinares nas áreas de civil, hidráulica, elétrica, gesso, pintura, estrutura metálica, analisa e executa embasada em conhecimento e experiência de campo, ações conjuntas e integradas num processo para realização da construção.Com o entendimento da consciência dos consumidores de hoje, a Expertise foca seus esforços em sua política de trabalho e relacionamento, o cliente é o mais importante. As relações interpessoais e o desenvolvimento humano são itens fundamentais para o crescimento dos negócios.

Mais informações: http://www.expertiseconstrutora.com.br/index.php 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.