Construtora TEDESCO mira forte expansão em Santa Catarina e Paraná

Reformas, ampliações e adequações fazem parte da rotina de qualquer hospital. Apesar de serem constantes, a instituição sempre enfrenta um dilema: como minimizar os transtornos causados pelas obras. Conciliar reformas, das mais diferentes dimensões, com o dia a dia hospitalar é um desafio que precisa ser considerado ao longo da condução da obra.

A demanda por melhorias estruturais nos hospitais brasileiros converge com as expectativas positivas para o setor do início de 2019. No grupo daqueles que enxergaram a necessidade de inovar em infraestrutura em 2019 está o Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (InsCer). Apoiado pela União Brasileira de Educação e Assistência (UBEA), a instituição gaúcha ampliará seu centro de saúde, situado na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

De acordo com o diretor-presidente da Construtora TEDESCO e responsável pela obra no InsCer, Pedro Silber, o trabalho visa expandir os espaços de pesquisa, assistência e gestão do Instituto. “O novo centro contará com área de aproximadamente 6.950 m², totalizando 9.335 m² entre a Fase I e a Fase II, abrigando novos laboratórios, equipamentos, consultórios e área de exames de ponta”.

Seguindo um projeto arquitetônico moderno, a obra está na segunda fase e será integrada à fachada da Fase I, já em operação desde 2012. “A construção terá 6 pavimentos, com estrutura de concreto armado tradicional, revestimentos internos em alto padrão e laboratórios de alta performance.”

Além do trabalho realizado no InsCer, a TEDESCO participa da construção do novo prédio do Hospital Nora Teixeira, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. “A unidade terá uma nova emergência para atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), com 2.325 m2, o que equivale a quase quatro vezes a área atual do serviço, que funciona no Hospital Santa Clara e mudará para o futuro edifício”, afirma o empresário.

Com o intuito de melhorar o atendimento de urgência e emergência do SUS na instituição, o novo prédio foi construído para integrar os blocos, otimizando o serviço prestado. “O centro médico terá 13 andares e ofertará 198 leitos de internação pelo SUS. Isso irá garantir agilidade e otimização ao atendimento”, ressalta Silber.

Expectativas

A previsão de entrega das obras no InsCer, segundo o diretor-presidente da construtora, é para o primeiro semestre de 2020. Já o novo prédio do Hospital Nora Teixeira deverá ser concluído até março de 2022. “Grandes instituições hospitalares agregam ao nosso portfólio como construtora, reafirmando a nossa excelência e o nosso know-how nesse segmento.”

O presidente da companhia acredita na expansão da empresa, focando inclusive em novos projetos no setor de Saúde. Mas não apenas no Rio Grande do Sul – estado em que tem forte atuação, tendo concluído obras para o Hospital Moinhos de Vento e Hospital Santa Ana que pertence à AESC, mesma mantenedora do Hospital Mão de Deus em Porto Alegre, como também nos outros estados da região Sul do Brasil (Santa Catarina, onde executa a Pré-Construção para AGEMED em Joinville e Paraná).

FONTE: GRUPO MÍDIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *