Exército dos EUA contrata projetos de eficiência energética e gestão de edifício

A multinacional americana Johnson Controls, também com forte atuação no mercado brasileiro e líder global no fornecimento de soluções de eficiência energética e sustentabilidade para edifícios e instalações, fechou dois grandes contratos com o Exército dos Estados Unidos para prover projetos focados em energias renováveis e eficiência energética.

O primeiro dos contratos, de aproximadamente US$ 16 milhões, provê a instalação de cerca de 5.500 painéis solares no centro militar de Fort Bliss, no Texas, para fornecer aproximadamente 2,2 milhões de Kw/h de eletricidade. A empresa ainda será responsável por um novo sistema de gestão de para monitorar e controlar o uso de energia em 20 edifícios na base.

Esse contrato, fechado em dezembro de 2011, foi o primeiro do Exército americano baseado na utilização de créditos e incentivos fiscais para financiar iniciativas de energia renovável. O projeto apoia os objetivos do Exército em relação à adoção de energias renováveis: durante os próximos 24 anos, o Exército dos EUA espera obter uma economia de cerca de US$ 39 milhões.

Em fevereiro deste ano, um segundo contato com o Exército americano no valor de US$ 34,3 milhões foi fechado. O centro militar de Fort Buchanan, em Porto Rico, contará com a instalação de um projeto de energia eólica e sistemas com painéis solares fotovoltaicos, bem como iluminação LED, controles de sistemas para gerenciamento de energia em 87 edifícios do centro militar e outras melhorias focadas em eficiência energética.

A Johnson Controls estima uma economia de US$ 61 milhões para o Fort Buchanan, o que faz com que os recursos poupados com as implantações de todos os sistemas de energias renováveis financiem o custo total do projeto. Além da economia de energia, os novos sistemas proporcionarão uma grande redução na emissão de gases de efeito estufa no meio ambiente, equivalente ao plantio de uma floresta de pinheiros com 1,6 mil hectares por ano.

 

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *