Fábrica de aduelas do metrô de SP entra em produção plena

A fábrica de aduelas da Linha 6-Laranja do metrô de São Paulo (SP) entrou em produção plena. A unidade está instalada no bairro Perus e vai produzir 15,3 km de peças para o túnel do novo ramal.

De acordo com o consórcio construtor responsável pela obra, formado pela Odebrecht, Queiroz Galvão e Constran, a fábrica foi erguida em tempo recorde – oito meses – e a produção já está acima das expectativas. O estoque atual de peças tem capacidade para construção de 1,5 km de túnel. No total, 300 novos postos de trabalho foram criados para atender a fábrica.

A Linha 6 ligará, inicialmente, o bairro da Brasilândia, na região noroeste da cidade, a estação existente São Joaquim, da Linha 1-Azul, área central da capital. A Concessionária Move São Paulo é a empresa responsável pela construção, operação e manutenção da nova linha.

De acordo com a concessionária, há duas mil pessoas hoje nas obras distribuídos em dez frentes de trabalho. “No pico teremos nove mil trabalhadores em 34 frentes de trabalho”, diz Maurício Couri, presidente da Move São Paulo.

As aduelas são segmentos que compõe os anéis de concretos, utilizados para a construção do túnel do metrô. A fábrica está localizada em uma pedreira, em uma área de 40 mil m².

A concessionária informa ainda que o primeiro tatuzão que será usado na escavação da Linha 6 já está pronto. Fabricado na China e tecnologia francesa, tem 10,2 m de diâmetro. O embarque do equipamento para o Brasil está previsto para a primeira quinzena de março.

Fonte: Redação OE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *