Governo tem grande expectativa na venda da Celg

 

O Ministério das Minas e Energia informa que pelo menos seis grupos devem participar da licitação da distribuidora de energia de Goiás (Celg D), prevista para ocorrer em março. Entre os interessados estão grupos brasileiras e estrangeiras.

“Tenho uma expectativa positiva, porque os fundamentos econômicos de Goiás, por ser um Estado do agronegócio, com crescimento histórico acima do PIB brasileiro e ganhos efetivos no Valor Presente Líquido da companhia, que será um bom leilão, que teremos um bom resultado”, disse o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga.

A Eletrobras tem 51% das ações da Celg D e o governo de Goiás, 49%. Os investimentos necessários à empresa chegam a R$ 1 bilhão.

O preço mínimo para a venda da distribuidora será de R$ 2,8 bilhões, mas o comprador deverá também arcar com as dívidas da empresa, que somam cerca de R$ 2,5 bilhões.

A Celg D atende a 2,61 milhões de unidades consumidoras em Goiás e é responsável pelo atendimento de 237 municípios do estado, o que corresponde a mais de 98,7% do território goiano.

Fonte: Agência Brasil

 

 

 

 

Leia mais notícias sobre sobre o governo:

Governo corre para licitar Ferrovia Norte-Sul e 13 aeroportos

Trazer a infraestrutura de volta às prioridades do Governo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *