Hidrelétrica de Bem-Querer, em Roraima, custaria R$ 5 bilhões

O governo federal anunciou que, além do pacote de privatizações, existe uma lista de concessões e leiloes que envolvem a Usina do Bem Querer em Roraima. Conforme informações da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o projeto de construção da usina hidrelétrica demandaria um aporte de R$ 5 bilhões.

Nos planos do governo federal desde Dilma Rousseff, a Usina de Bem Querer tem previsão de ser implantado no rio Branco em Caracaraí, localizado na região sul do estado. Ainda conforme a EPE, a área que receberia a implantação de todas as estruturas para funcionamento adequada do empreendimento compreenderia os municípios de Bonfim, Boa Vista, Caracaraí, Cantá, Iracema e Mucajaí.

A previsão em caso de construção da usina é que ela produzirá uma potência de 650 megawatts e será interligada ao Sistema Interligado Nacional. O objetivo da EPE é ampliar a oferta de energia na região e também no Brasil.

Atualmente o projeto está em fase de estudos do impacto ambiental gerado pelo empreendimento. A EPE que é vinculada ao Ministério de Minas e Energia é a responsável por esses estudos.

FONTE: Folha de boa vista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *