Ponta Grossa poderá receber nova montadora de caminhões

Tatra pode anunciar a instalação de indústria em Ponta Grossa. Reunião de diretor da indústria com o prefeito Marcelo Rangel ocorre pela manhã

Sede da primeira fábrica da montadora DAF fora da Europa, Ponta Grossa pode receber uma nova fabricante de caminhões do ‘velho continente’. Trata-se da Tatra, tradicional montadora da República Tcheca, uma das mais antigas empresas de veículos do mundo, fundada antes mesmo do primeiro automóvel, nascida como uma fabricante de vagões em 1850. Uma reunião está marcada entre a Prefeitura e um diretor da montadora na manhã desta quarta-feira (29), que estará no município acompanhado de um cônsul tcheco.

A reunião ocorrerá de portas fechadas no gabinete do prefeito, na prefeitura de Ponta Grossa, às 9h30, e além de Marcelo Rangel, estará presente o secretário municipal de Indústria, Comércio de Qualificação Profissional, José Loureiro. A reunião é para a prospecção de um investimento que poderá vir a ser consolidado e anunciado já nesta quarta. Caso o projeto venha a ser consolidado em Ponta Grossa, será a primeira fábrica da montadora fora de seu país de origem.

A intenção da Tatra investir no Brasil é ventilada há cerca de oito anos, quando a DAF confirmou o investimento no país, em Ponta Grossa. Essa relação ocorre pelo fato de que a montadora holandesa detém 19% da montadora Tatra, e grande parte das peças são compartilhadas. Ou seja: são fabricadas pela DAF e utilizadas nos caminhões da Tatra. Entre elas estão, por exemplo, motor, faróis, cabines, e uma infinidade de outros componentes. Contudo, a negociação com Ponta Grossa teve início há um mês.

De acordo com o secretário da pasta de indústria, José Loureiro, outras cidades brasileiras sequer foram cogitadas: o desejo da montadora é se instalar em Ponta Grossa. E a meta da empresa, segundo Loureiro, é iniciar as obras o quanto antes, para o quanto antes começar a produção e venda de caminhões no país.

A Tatra virá ao Brasil não para ser uma concorrente da DAF exatamente, pois atuam em segmentos de mercado diferentes. A empresa tem muita força no setor bélico, com veículos destinados ao uso off-road, com tração 6X6 e 8X8. Na Europa os Tatra também são bastante utilizados para o agronegócio, para o transporte de animais, por terem baixa rolagem de carroceria, que reduz o estresse no transporte. A empresa não produz apenas caminhões, mas também chassis para veículos militares.

 

Novo aporte será anunciado

Além desse investimento da montadora, o secretário José Loureiro adiantou ao Jornal da Manhã e Portal aRede que um novo grande investimento do mesmo país, a República Tcheca, será anunciado em Ponta Grossa. A informação foi revelada a José Loureiro pelo vice-governador, Darci Piana. Nenhum outro detalhe, porém, foi antecipado por Loureiro acerca desse outro aporte. Sobre a montadora, porém, Loureiro relata que pela atuação da Tatra, no ramo militar, os produtos deverão ser exportados para a América Latina. “E em Ponta Grossa, eles poderão fabricar os caminhões e já entregar no 3º RCC”, diz o secretário.

FONTE: A rede

2 comentários em “Ponta Grossa poderá receber nova montadora de caminhões

  • 19 de junho de 2019 em 09:47
    Permalink

    Excelente matéria, a Tatra há muito tempo, desde 1997, tenta implantar uma fábrica no Brasil. A empresa de material militar Avibrás já é sua cliente, fornecendo o chassi Tatra no sistema Astros II MK-6 para o Exército Brasileiro.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *