Plaenge planeja investir R$ 1,4 bilhão em 2020

Os lançamentos da incorporadora cresceram 32% no ano passado; em Campinas, além do Vitra, construtora dá a largada para mais dois empreendimentos no Cambuí

A Plaenge, construtora cinquentenária originada no Sul do País que chegou ao estado de São Paulo por meio de Campinas, ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em empreendimentos imobiliários lançados no Brasil, em 2019. O bom desempenho da empresa permite que a incorporadora planeje voos altos para 2020: gerar um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,435 bilhão em projetos de médio e alto padrão

Os números atestam o reaquecimento do setor, comemorado por empresas e empresários do segmento. De acordo com o sócio-diretor da Plaenge, Fernando Fabian, o aumento deve-se à demanda por imóveis por parte de investidores e também por consumidores finais. “A confiança de que a economia brasileira está melhorando colaborou bastante para o nosso desenvolvimento”, afirma.

O responsável pela Plaenge Campinas, Daniel Turchetti, atribui o crescimento do VGV em 32% em 2019 exatamente pelo lançamento do Vitra, na Rua Maria Monteiro, 1060, no Cambuí, bem como o início da operação no segmento de loteamentos. “A procura por imóveis novos está cada dia maior. Para aproveitar a crescente demanda, temos em nosso planejamento dois lançamentos para esse ano no bairro do Cambuí, sendo um no primeiro semestre e o outro no segundo. Um será próximo à Rua dos Alecrins e o outro na Rua Maria Monteiro”, antecipa Turchetti.

Crédito imobiliário

Fabian complementa: “As vendas da Plaenge nacional chegaram a R$ 1,05 bilhão, estimuladas pela queda da taxa de juros, que ampliam o acesso dos consumidores ao crédito imobiliário e tornam mais atrativos os investimentos em ativos reais”, pontua o sócio-diretor.

Outra novidade é que em 2020 a empresa lançará projetos também em Porto Alegre (RS). A incorporadora atua, além de Campinas, nas paranaenses Curitiba, Maringá e Londrina ­– onde a empresa nasceu –, Joinville (SC), Cuiabá (MT) e Campo Grande (MS). A Plaenge também opera há dez anos no Chile com lançamentos horizontais e obtém taxas de crescimento superiores às do Brasil. Em três anos, as operações chilenas dobraram. Os negócios do Chile representam de 15% a 20% do volume total de rendimentos da empresa.

Segundo Fabian, os empreendimentos da Plaenge têm preço médio de R$ 7 mil a R$ 18 mil por metro quadrado e são direcionados para público com renda familiar mensal de R$ 15 mil ou acima. “Quando o mercado imobiliário estava em baixa, a Plaenge comprou terrenos e buscou licenças para os projetos, facilitando a expansão para novas cidades. Desta forma, a empresa estava preparada para o momento de retomada da economia”, observa.

Sobre a Plaenge

Fundada há 50 anos, a Plaenge atua em sete cidades (Curitiba, Londrina, Maringá, Joinville, Campo Grande, Cuiabá, Campinas e Porto Alegre) localizadas em cinco estados brasileiros. Também opera no Chile, onde completa 10 anos de atuação em 2019 e prepara-se para iniciar atividades na capital chilena Santiago. A empresa já entregou 382 torres que totalizam 26.823 unidades onde moram mais de 88 mil pessoas. Para 2019, a empresa planeja o lançamento de 21 empreendimentos.

Pelo sexto ano consecutivo, a Plaenge foi classificada em 2019 como a maior e melhor construtora do Sul do País pelo ranking Valor 1000, produzido anualmente pelo jornal Valor Econômico. A empresa integra o seleto grupo das dez melhores do Brasil no seu segmento. A construtora também se destaca por ser a maior do Centro-Oeste. A Plaenge também foi classificada entre as mil maiores empresas brasileiras em todos os segmentos pelo ranking “Melhores e Maiores 2018”, publicado pela revista Exame.

Informações: http://www.plaenge.com.br/Vitra/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *