Nova ponte de Genova pode abrir em 6 meses

O projeto de nova ponte em Gênova tornou-se uma prioridade nacional na Itália, afirma Italferr. A estatal que atua como projetista estrutural da nova ponte, cuja concepção é do conhecido arquiteto Renzo Piano, responsável também pela supervisão das obras, tem como contratadas para execução o consórcio formado pelo estaleiro Fincantieri e a construtora Salini Impregilo. O colapso da antiga ponte Morandi interrompeu a ligação rodoviária com a França e a Suíça. 

O arquiteto optou por uma estrutura contínua de 20 vãos apoiada sobre 19 pilares de concreto armado de seção elíptica. O tabuleiro de aço de 1.100 m é formado por segmentos fabricados no estaleiro, processo industrial que reduziu os prazos. O primeiro deles já foi içado à posição definitiva na ponte em construção, após montagem final executada no local. A laje será de concreto. 

Em apresentação realizada durante a conferencia YII-Year in Infrastructure 2019 em Singapura, que a Bently Systems realizou semana passada, os projetistas da Italferr explicaram que desenvolveram os estudos em BIM através de um modelo “federado” para intercâmbio continuo de informações entre contratante, projetista e consórcio construtor, utilizando ainda a metodologia para operação e manutenção.  

Esta última recebeu abordagem sistemática no projeto, incluindo controle de umidade no interior das seções metálicas.  A possível corrosão dos estais metálicos da antiga ponte Morandi, cujo envoltório de concreto impediu que ficasse visível, é considerada uma das possíveis causas de seu colapso. 

A previsão é concluir a ponte nova em meados de 2020, reunificando as duas metades de Genova e restaurando a ligação rodoviária. A concessionária Autostrade foi proibida de participar da nova licitação, embora seja responsável pelos custos de demolição da antiga estrutura e a construção da nova ponte. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *