Suape terá R$ 1,2 bi em investimentos para mais que dobrar recebimento de contêineres

O Complexo Industrial Portuário de Suape (PE) é líder na movimentação de contêineres no Norte-Nordeste do País – no ano passado, foram 454.721 de TEUs. Mas haverá ainda grande incremento desse item no porto, com a construção de mais um empreendimento para receber este tipo de recipiente de carga.

Deve ser lançado ainda neste semestre o edital de licitação de arrendamento de novo terminal de contêineres com 770 m de cais e dois berços de atracação, numa área de 269 mil m², com possibilidade de expansão de mais 160 mil m².

De acordo com a administração de Suape, o empreendimento permitirá mais que dobrar a capacidade do complexo em receber contêineres, passando de 700 mil de TEUs para 1,7 milhão de TEUs. O novo terminal, portanto, terá capacidade de 1 milhão de TEUs.

O projeto deve receber investimentos iniciais de R$ 1,2 bilhão. O contrato de arrendamento será de 25 anos. Este empreendimento representa o segundo terminal de contêineres do complexo e a sua construção envolve cais e berços, dragagem, instalação de equipamentos e retroárea.

Um outro projeto em desenvolvimento em Suape é o terminal dedicado à movimentação e armazenagem de veículos no porto. Projeto em modelo brownfield, com a infraestrutura estabelecida, o investimento é de cerca de R$ 7,5 milhões.

A área a ser ocupada pelo terminal de veículos é de 90 mil m². A capacidade estática é de 4.166 veículos e o contrato de arrendamento será de 15 anos. Este empreendimento integra o bloco de licitação do novo terminal de contêineres.

 

Obras

Ainda no Complexo Portuário de Suape, há pelos menos quatro terminais  privados de armazenagem de granéis líquidos em expansão, representando  investimentos de R$ 540 milhões.

Na área industrial, a fábrica do laboratório Aché segue em obras e  estão com 50% de avanço. A planta será entregue até o final do ano. A  empresa está aplicando R$ 500 milhões no projeto que envolve a  produção de medicamentos sólidos e um centro de distribuição. Uma  ampliação da unidade está prevista para 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *