ENC Energy inaugura usina de biogás no Rio de Janeiro

A região norte fluminense, no Rio de Janeiro, passou a contar com uma usina de geração de energia a partir do biogás proveniente da decomposição do lixo orgânico de aterro sanitário. Instalada e operada pela ENC Energy Brasil, a usina que contou com investimentos de R$ 6 milhões, tem um motor e capacidade de geração de 1MW/H, o suficiente para abastecer um município de 13.500 habitantes, e retirar da atmosfera 27.500 toneladas de CO2 equivalente por ano.  O projeto tem foco no mercado de geração distribuída, para consumidores de média e baixa tensão.

Beneficiam-se do mercado de geração distribuída principalmente as pequenas e médias empresas, do comércio, setor de serviços ou pequenas indústrias, que podem ter acesso a energia a um custo menor. O biogás é uma mistura de gás metano e gás carbônico, com pequenas quantidades de gás sulfídrico e umidade, gerado a partir da decomposição dos resíduos orgânicos na ausência do oxigênio. Transformar esse gás em energia é um benefício para o meio ambiente, uma vez que há redução dos níveis de metano e gás carbônico nos aterros, além de uma melhora no cheiro do local. Como as usinas retiram os gases do aterro, elas também geram crédito de carbono.

“Além de 100% limpa, a geração de energia a partir do lixo orgânico é a de maior impacto social. Partimos de um déficit, em termos ambientais, para um crédito”, afirma Luis Matos, Diretor de Operações da ENC Energy. Isso porque a atividade gera mais empregos, se compara às demais formas de geração de energia, reduz o custo do tratamento do lixo e evita que gases poluentes sejam jogados no meio ambiente.  

A ENC também inaugurou, no mês passado, uma usina com dois motores no Maranhão, com capacidade de 2MW/h, e se prepara para inaugurar uma usina com quatro motores no município de Igarassú, em Pernambuco. A receptividade das empresas ao uso dessa matriz energética tem sido excepcional, tanto pela redução nos custos de energia como pelo engajamento do empresariado na proteção do meio ambiente”, afirma Matos. A ENC Energy mantém contratos com aterros sanitários privados, devidamente licenciados pela legislação ambiental brasileira. Criada em 2012, a subsidiária brasileira da ENC Energy tem como acionistas a empresa portuguesa ENC Energy e o fundo GEF Capital Partners. Ao todo, a empresa está investindo R$ 50 milhões em nove usinas nos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Maranhão.

ENC Brasil Criada em 2012, a subsidiária brasileira da ENC Energy tem como acionistas a empresa portuguesa ENC Energy e o fundo GEF Capital Partners. A empresa já atua no Maranhão, Minas Gerais e no Rio de Janeiro, e deve iniciar a operação em Pernambuco em novembro deste ano. Ao todo, foram investidos R$ 50 milhões em nove usinas nessas localidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *