BA: Setur atrai investimento para Copa de 2014

O secretário estadual de Turismo do Estado, Domingos Leonelli, recebeu no último dia 22 um grupo de investidores ingleses que pretende construir um complexo hoteleiro na Ilha de Tinharé, em Morro de São Paulo, a ser inaugurado em 2014, com vistas a aproveitar o grande fluxo de turistas esperado para a Copa de 2014. A empresa Harlequim Hotels e Resorts é especializada em gestão hoteleira de luxo, spa e resorts no Caribe e em outros destinos turísticos em todo o mundo.

Segundo o presidente da empresa, Dave Ames, a decisão de investir na Bahia foi motivada pelo resultado de uma pesquisa feita com seus clientes que mostraram interesse no Brasil como destino turístico. “Temos um modelo de parceiros que gostam de aproveitar campos de golfe e tênis, o setor equestre, além de atividades esportivas e cursos de férias para crianças. Buscam também o diferencial na culinária, por isso temos uma grande variedade de bares e restaurantes com comidas típicas de várias culturas do mundo”, afirmou Ames.

Na sondagem, a Bahia apareceu como uma das grandes oportunidades de investimentos, com crescente popularidade, e um dos destinos turísticos preferenciais de brasileiros e estrangeiros, por causa do clima, das praias e da infraestrutura existente.

Para Leonelli, a implantação de um novo empreendimento no estado reflete o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo governo do Estado para gerar mais emprego e renda para a população. Ele ressalta que nos últimos dois anos a atração de investimentos no turismo da Bahia cresceu 145%. Os aportes financeiros para a construção de hotéis, resorts e meios de hospedagem no Estado, para os próximos oitos anos, saltaram de US$2,2 bilhões para US$ 5,4 bilhões em 2008. Lembrou ainda, que a política de transparência implementada pelo governo e a participação da Setur e Bahiatursa em eventos nacionais e internacionais são fundamentais para a atração desses recursos.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *