Bauma 2013 – Os lançamentos das indústrias

Na conferência de imprensa da Bauma 2013, grandes marcas lançam o motor Tier 4 como a estrela da feira em abril em Munique, Alemanha; mas quem roubou a cena do encontro foi uma perfuratriz sueca que trabalha para recuperar o navio naufragado na costa italiana

Joseph Young – Munique (Alemanha)

Aperfuratriz Wassara, cujo mecanismo principal é acionado por água — ao invés de ar comprimido – foi criada há anos pela mineradora sueca LKAB para uso próprio, cujas características competitivas, entretanto, conquistaram outros usuários no mercado. A empresa italiana Trevi foi contratada para realizar os trabalhos de salvamento do navio Costa Concordia, na costa da Itália, onde ficou semissubmerso após colidir com recifes de coral, em janeiro do ano passado, numa manobra imprudente e cujo capitão, aliás, foi preso. O navio não afundou por completo porque encalhou na borda superior de uma cratera no leito do mar. Pura sorte! Mas o risco que permanecia era de o navio deslizar para o fundo.

O martelo DTH Wassara W150, com broca de 203 mm de diâmetro, está fazendo no leito de corais 12 furos de 15 m de profundidade, onde tirantes serão colocados na rocha para fixar blocos de ancoragem.

Dez blocos construídos segundo esse processo servirão de suporte para cabos de aço serem passados por baixo do casco do navio e amarrados no lado oposto. Essa medida evitará que o navio semissubmerso e apoiado na borda do declive venha a deslizar para o fundo.

Quando o navio estiver firmemente ancorado pelos cabos de aço (1), uma plataforma será construída no declive (2). Pontões de aço flutuantes, cheios d’água, serão colocados no lado exposto do navio (3). Um guindaste embarcado vai içar o navio para deixá-lo na posição vertical sobre a plataforma (4). Pontões cheios d’água serão instalados então no outro costado (5). A água será bombeada dos pontões flutuantes, fazendo com que a embarcação flutue (6), e seja rebocado ao estaleiro, onde será sucateado. O Costa Concordia mede 290 m de comprimento e tem o dobro do peso do Titanic. O custo da operação de salvamento está estimado em € 200 milhões.

O local do naufrágio é um parque nacional marinho protegido, onde a prioridade é preservar o meio ambiente. Como a perfuratriz W150 usa água para gerar os golpes de percussão e não usa óleo para lubrificar o martelo, não haverá contaminação química. Ao contrário do ar comprimido, a água sob alta pressão é incompressível e perde sua força assim que é expelida pela broca de perfuração, de forma similar a uma mangueira de jardim. Portanto, os danos físicos também serão mínimos nas formações de coral.

A perfuratriz Wassara foi inventada pelos engenheiros da mineradora LKAB, na Suécia, que precisava de maior eficiência na perfuração de formações difíceis, fosse imune à presença d’água nos furos, e que seguisse uma trajetória reta com desvios ínfimos. Uma aplicação crescente desse equipamento é no tratamento de fundações de barragens, onde essas características trabalham a seu favor na execução de barreiras contra percolação. Obras desse gênero foram realizadas nas barragens de Urdalur, na Espanha; Wolf Creek, nos EUA; e Changuinola I, no Panamá.

Liebherr flexiona seus músculos

À vontade no país-sede, a marca alemã vai exibir mais de 60 modelos de máquinas e guindastes na Bauma 2013, incluindo novidades como o guindaste telescópico sobre esteira LTR 1220, antes tido quase como uma curiosidade, mas cuja demanda por parte de montadoras de torres eólicas levou à formação de uma linha própria. Este modelo pode erguer 220 t a 3 m, tem alcance máximo de 101 m e raio de 88 m.

Vai ocorrer ali também a première mundial do caminhão articulado TA240, com carga útil de 40 t e 27 m³, motor de 350 kW; a série IIIB das carregadeiras grandes L550 a L580, de 9 a 12 m³ de capacidade na caçamba, dotada de sistema eletrônico que se sobrepõe ao operador se este tomar decisões incorretas; a escavadeira para mineração de 350 t, R9400, na configuração shovel; o guindaste todo terreno LTM 1750-9.1 com nove eixos, que pode trafegar nas rodovias sem remover componentes, levanta 750 t a 3 m e alcança até 154 m; e o guindaste sobre esteiras HS 8300 HD, híbrido, com 300 t de capacidade a 4 m, que consome 20% a 30% menos combustível — tecnologia essa que deverá migrar para as escavadeiras hidráulicas.

Wirtgen exibe 29 produtos novos
Seguindo-se à introdução da recicladora WR240 no ano passado, a empresa lança o modelo menor WR200, que não requer licença especial para transporte rodoviário, e o modelo maior WR250, que pode transformar uma camada de 25 cm de pista em material homogêneo fresado, com controle opcional na cabine que varia a velocidade dos tambores de corte.
Na Hamm, a linha HD+ liderou o mercado global na sua classe e vai apresentar os novos modelos 70i de 7 t e tambor de l,5 m, e 80i de 8 t e tambor de 1,68 m, disponíveis em versão vibratória, oscilante ou combi, além de alta frequência, equipados com sistema de gestão Hammtronic. Na Bauma, a série H lança os modelos H11i, H13i e H16i com rolo liso e pé de carneiro, com a clássica articulação de três pontos e alto ângulo de entrada, e luzes LED opcionais. A marca promete revelar na feira novos conceitos no projeto dos tambores compactadores.

Voegele exibe 11 modelos novos da geração dash 3 de pavimentadoras, que têm em comum o dispositivo que desliga as bombas hidráulicas após 1 minuto de espera; ventilador de velocidade variável atrelado à velocidade do motor e temperatura ambiente; circuito no qual o óleo hidráulico atinge sua temperatura ideal com rapidez; o assistente PaveDock com luzes de sinalização na cobertura da cabine e rolos opcionais para absorver o impacto do caminhão que traz a massa asfáltica; e sistema operacional amigável ErgoPlus3 que coordena com facilidade as tarefas.

Kleemann traz a nova série Mobicat EVO, com a unidade MC125Z móvel de britador de mandíbula, abertura de 1.255 x 1.000 mm, peso de 130 t e produção de 600 t/h; MCO11S cônico móvel, com peneira tripla e circuito fechado para produzir três tamanhos finais; MC110Z EVO e MC110R EVO, com abertura de 1.100 x 700 mm.

JCB lança o premiado motor Ecomax Tier 4

A fábrica britânica é a única montadora que atendeu as exigências de emissão estágio IIIB/Tier4 sem recorrer a filtro de particulado (DPF) ou pós-tratamento, que somado ao menor con
sumo decorrente dá ao cliente baixo custo operacional. A tecnologia JCB endocilindro está sendo patenteada e resulta numa queima limpa e eficiente. Esta geração de motores herda as características do Dieselmax, como alto torque a baixa rotação, robustez, baixo ruído e vibração, e passou por 110 mil horas de testes severos. O motor pode ser recalibrado pelos próprios distribuidores para Tier II nos mercados com menos restrição ambiental.

O gerenciamento eletrônico ECU do motor Ecomax está integrado ao sistema LiveLink para gestão remota da saúde do equipamento. Sua gama de potência vai de 74 HP a 173 HP e equipará modelos variados como as retros 3CX e 4CX, manipuladores telescópicos Loadall, escavadeiras de porte médio JS115, JS130 e JS145, que terão 10% de consumo e 3 dB (A) a menos de ruído na cabine.

JCB lança ainda em Munique duas carregadeiras – 427 e 437 (substituindo as 426 e 437) – com motor Cummins QSB de 6,7 l, embreagem progressiva cut off, transmissão opcional de 5 marchas que dá -16% de consumo e eixos com bloqueio automático de diferencial. Cumpre as regras Tier 4 sem tratamento externo e reduziu a marcha lenta a 700 rpm.

Caterpillar lança 1ª escavadeira híbrida

Bauma presenciará o lançamento oficial da linha de escavadeiras híbridas da marca, com o modelo Cat 336E H, cujo embarque comercial começa em março, adotando uma tecnologia híbrida hidráulica própria, com redução sensível no consumo — da ordem de 25% a 50%, medido em t/litro, comparado às versões 336 anteriores, e motor Tier 4. Essa economia é obtida através de uma bomba eletrônica programável; controle patenteado que gerencia restrições de fluxo hidráulico, sem perda de potência; reaproveitamento da energia da frenagem da superestrutura, armazenada em baterias.

Outras máquinas sendo exibidas pela primeira vez são a carregadeira 988K com motor Tier 4 e 20% mais econômico; o trator de esteiras de tração elétrica D7E, que atingiu 500 unidades embarcadas; quatro miniescavadeiras e o trator sobre esteiras D6K2. A pavimentadora AP300D e os rolos CB24B e CB34B também estarão no estande.
Outra première mundial na Bauma será da escavadeira de mineração 6020B, de 200 t de peso e 20 t de carga útil, a ser apresentada junto com o caminhão 777G, de 91 t de capacidade, formando um par ideal para carregamento.

Ammann introduz nova geração de máquinas no Brasil

A Ammann vendeu no Brasil sua primeira pavimentadora AFT500, com largura de 7 m de pista, dotado de duplo adensamento por compactação e vibração, altura ajustável hidraulicamente e parafusos de material reversíveis.

Também foi vendida no mercado brasileiro a primeira usina EasyBatch II, de alta portabilidade, para produção contínua de até 140 t/h. Vem pré-montada em dois trailers e a instalação final pode ser feita sem uso de guindaste. Em tecnologia, representa um passo à frente, ao efetuar o peneiramento dos materiais antes da mistura. Entre os opcionais constam a alimentação de asfalto reciclado e a injeção de betume espumado.

Na Bauma a Ammann lança dois compactadores articulados tandem — ARX 90 e ARP 95 ACE, de 9100 kg e 9550 kg, largura de trabalho de 1,68 m a 3,03 m, ambos dotados de sistema que mede a compactação e faz o registro dos dados. O ARP 95 possui ainda o controle automático de amplitude e frequência de vibração, em função da temperatura da massa asfáltica

Doosan e Bobcat, a dupla global

Ao juntar a sua marca à popularidade da Bobcat em muitos mercados, a sul-coreana Doosan tornou-se conhecida em âmbito global em poucos anos. Em Munique, a empresa vai reunir os muitos lançamentos realizados nos meses recentes, incluindo as escavadeiras DX490LC-3, de 49 t, e a DX530LC-3, de 52 t, projetados para escavação maciça, com a parte dianteira curta visando a obter maior força de rompimento. Usa motor Isuzu common rail e turbo de geometria variável, de 389 HP a 1800 rpm, que oferece até 50% a mais de torque sobre os modelos anteriores. Por conta de novas bombas hidráulicas e válvulas, todas as funções criticas tiveram melhoria. O óleo hidráulico teve seu intervalo de troca estendido para 5 mil h. Elas podem trabalhar com uma nova serie de rompedores hidráulicos e caçambas de aplicação especial.

Uma nova geração de carregadeiras está sendo apresentada equipada com engate rápido — DL200-3 e DL420-3 — com padrão de emissão estágio IIIB, acompanhada de uma gama de garfos para paletes, pesando de 5 t a 9 t, e caçambas standard e para serviço pesado de 2 m³ a 4,2 m³, para material leve de 3 m³ a 6,5 m³.

A família Bobcat introduz a plataforma 500 nos mercados da Europa, Oriente Médio e África, que incorpora as melhorias introduzidas nas séries maiores 600, 700 e 800 lançadas nos dois anos recentes. Uma média de 16% de ganho é estimada na produtividade e tempo de ciclo. A cabine é mais avançada e próxima do implemento, com janelas laterais e de topo maiores. A potencia hidráulica foi reforçada, bem como o arrefecimento. No braço de levantamento, há um bloco hidráulico com engate rápido para os implementos.

New Holland lança motoniveladorascom cabine de baixo perfil

A empresa apresenta na Bauma as motoniveladoras da nova série F fabricadas em Berlim, Alemanha, dotadas de um cabine de baixo perfil que reduz sua altura total para 3,06 m, eliminando as restrições de transporte rodoviário. Os modelos F106.7 e F156.7 incorporam na cabine vidros maiores, a qual está montada no chassis traseiro, mostrando ao operador o ângulo de articulação. Vem com a versão avançada do sistema de telemática FleetForce para gestão, sem custos durante três anos.

New Holland completa sua linha de escavadeiras com três modelos de raio curto, E230 SR, E260 SR, de 166 HP, e E160C Blade Runner, de 99 HP, todos com o novo motor Tier 4, de consumo reduzido e ruído na cabine de 69 dbA.
As escavadeiras de traseira curta E75C SR e E85C MSR vêm equipadas com motor Tier 4 com potência de 56 HP, que proporcionam 31,4% de economia no consumo, controles eletro-hidráulicos aperfeiçoados e três bombas hidráulicas, e o mesmo baixo nível de ruído na cabine.

A linha de equipamentos compactos também ganhou a carregadeira skid-steer L230 e a carregadeira compacta sobre esteiras C238, ambos com motor turbo de 90 HP, potência hidráulica massiva produzida por alta pressão e fluxo, e o maior alcance e altura de despejo da categoria com a lança patenteada Superboom.

Volvo inova com extrator de fumaça da massa asfáltica

Escolhida como um dos produtos a concorrer ao pr&ec
irc;mio Inovação Bauma, o sistema que extrai os gases típicos da massa asfáltica numa pavimentadora ABG se vale de uma tomada e insuflador em ambas as pontas do canal onde fica o parafuso sem fim, eliminando a fumaça captada acima da cobertura da cabine do operador. Será incorporado como opcional em todas as unidades da linha, inclusive no novo modelo P6870C com motor estágio IIIB que reduz o consumo em 30%, largura de pavimentação de 9 m, 300 mm de espessura e capacidade para 700 t/h.

A empresa lança escavadeiras de demolição com alcance de ­­21 m — EC380DHR, 27 m—EC480DHR, e 32 m—EC700CHR, pesando 48 t, 61 t e 88 t, com uma junta modular que permite troca para uma lança standard em 30 minutos. Na outra ponta da linha, apresenta três modelos compactos de raio curto – ECR25D, ECR58D e ECR88D, sendo que o primeiro pode ser transportado com três caçambas e um rompedor num trailer, pesando no total menos de 3,5 t.

Komatsu já possui 1.900 escavadeirashíbridas em operação

Já disponível no mercado global, a escavadeira hidráulica HB215LC-1 já acumula uma frota significativa e milhões de horas logadas em operação. Pesando 21 t e empregando caçamba de 0,8 m³ a 1 m³, gasta 25% a menos de diesel e emissões. É uma máquina idêntica ao modelo PC210-8, mas dotado de motor de giro elétrico, motor gerador de energia, capacitor que armazena a energia de frenagem da superestrutura e a libera instantaneamente quando necessário, e motor diesel de 141 HP.

Perfuratriz da Atlas Copco corta consumo pela metade

A nova perfuratriz FlexiROC T45 da Atlas Copco, com a perfuratriz COP3060, pode consumir 50% menos diesel que o ROC F9, além de utilizar 50% a menos de mangueiras e conexões. Pode vir equipado com motor Tier 4 ou 3. O operador pode ajustar o fluxo de ar e o ventilador do coletor de pó, regulando-se o motor e o compressor automaticamente.

A nova série E dos jumbos Boomer, com três ou quatro lanças, teve seu controle simplificado com apenas dois joysticks no assento do operador. O gerenciador desenha o plano de furos, permite visão total 3D do túnel, interpolação de contornos da seção, e função log e report.

A divisão Dynapac mantém sua tradição ao lançar o rolo CG2300, sem articulação central mas com direção nos tambores, medindo 3,95 m e 3 m de altura, raio de giro de apenas 3,1 m. A minidireção eletrônica permite manobras precisas.

A pavimentadora Dynapac F1200CS combina tamanho compacto com capacidade de assentar até 300 t/h de massa asfáltica, com motor Deutz de 54 kW, potência suficiente para trabalhar com camadas de 200 mm e 3,2 m de largura.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *