Categorias

28 de fevereiro de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Chega ao Brasil o vidro inteligente

2 min read
Chega ao Brasil o vidro inteligente

Acaba de ser lançado, no País, o vidro Intelligglass. Conhecido no exterior como vidro privativo ou "cortina de vidro", esse produto é usado nas mais sofisticadas residências dos Estados Unidos.

Graças a tecnologia avançada, um display ultrafino colocado entre duas lâminas permite que, com um toque, o vidro passe rapidamente de translúcido a opaco, oferecendo total privacidade.

O vidro inteligente é ideal para residências, principalmente em paredes de vidro para dividir ambientes, box de vidro, janelas para banheiros, hidromassagens, saunas, terraços e varandas. Também atende perfeitamente às necessidades de privacidade de ambientes comerciais.

A tecnologia do display consiste em partículas suspensas em um cristal líquido que permite que no estado de repouso -modo desligado- o vidro permaneça opaco, na realidade branco leitoso, com total privacidade. No modo ligado, as partículas mudam de posição, permitindo a passagem da luz. Pronto: o vidro vira translúcido! O acionamento é feito por interruptor manual, controle remoto ou sensor de presença., inclusive por luz solar

Em modo opaco, o vidro também pode ser usado como tela para projeção de imagem de home theaters e funciona como filtro dos raios ultravioleta. A tecnologia é aplicada em vidros laminados, mas também pode ser usada em blindados, garantindo, ainda, a segurança.

O Intelligglass também se destaca por ser eco-friendly. O vidro e os cristais líquidos podem ser reaproveitados e a tecnologia é caracterizada pelo baixo consumo de energia elétrica e por oferecer ao ambiente um melhor desempenho térmico e acústico graças ao "insulation", que é a capacidade de um determinado material de impedir a passagem de energia de uma de suas faces à outra e a filtragem dos raios ultra violeta, que permite economia com ar-condicionado.

A tecnologia original americana agora é fabricada no Brasil, com custo mais acessível aos consumidores e 5 anos de garantia.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *