Categorias

1 de março de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Coisas do Brasil

2 min read
Coisas do Brasil

No país em que "o petróleo é nosso" e a Petrobras alardeia autossuficiência em sua produção, a constatação a que se chega é de que nada é nosso e tudo é do mercado. Se fosse nosso, o petróleo transformado em gasolina no bico da bomba não pesaria tanto no bolso do consumidor. A argumentação de que o preço é alto para inibir o uso, cada vez mais intenso, do carro particular, é um soco em nossa capacidade de refletir diante das bobagens que saem, em cascata, da boca de autoridades néscias.

Foi efetivamente um gol contra, marcado pelo STJ, a decisão que anula a validade das provas reunidas pela Polícia Federal no caso da chamada Operação Castelo de Areia. Óbvio que denúncia anônima não é tudo. Carece de provas que avancem para além, muito além daquelas meramente circunstanciais. Mas, dizer que ela não pode ser um caminho, é colocar em dúvida a inteligência dos que não usam toga.

Mas há outras denúncias. Dizem por aí que estamos na temporada de voos locais e internacionais, com passagens pagas pelo bolso do contribuinte. Desta vez quem viaja é o deputado Marco Maia, presidente da Câmara. Vai a Espanha a pretexto de debater, um dia depois do jogo do Barcelona com o Real Madri, questões da maior relevância relacionadas com energia eólica. Na comitiva, conforme noticia uma colunista da FSP, estarão o filho dele, de 13 anos, o primeiro secretário da Câmara, Eduardo Gomes e Romário. Boa viagem.

Está em curso, impulsionada pela Procuradoria da República em Goiás, ação de improbidade administrativa contra funcionários da Valec – Engenharia, Construções e Ferrovia S. A. Trata-se de empresa muito importante, ligada ao Ministério dos Transportes. Sua importância aumentou nos últimos anos, em razão da responsabilidade para com a construção da Ferrovia Norte-Sul, cujas obras são consideradas prioridade no Programa de Aceleração do Crescimento. Pois bem. Alguns integrantes da cúpula da Valec, incluindo o presidente José Francisco das Neves, estão sendo acusados de improbidade. A empresa teria colocado na praça edital viciado. No conjunto, todas essas ocorrências são coisas do Brasil. Vamos em frente.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *