Desvio do rio apressa Hidrelétrica Serra do Facão

O Consórcio Serra do Facão Energia (Sefac) realiza, amanhã (29 de fevereiro), o desvio do rio São Marcos, em mais uma fase da construção da Usina Hidrelétrica de Serra do Facão, em Goiás. Antecipado em quase dois meses, o desvio vai permitir a continuidade da construção da barragem em seu leito e concluirá a primeira etapa da obra. A mudança de curso de um rio é um dos dois procedimentos mais importantes na construção de uma usina hidrelétrica. O segundo evento de destaque é o fechamento do túnel de desvio, quando a barragem já estará pronta.

A antecipação no desvio do rio São Marcos deve-se ao emprego de soluções modernas de engenharia e construção adotadas pela Construtora Camargo Corrêa. A empresa informa que entre as técnicas que antecipar o cronograma estão a utilização de equipamento computadorizado para a perfuração do túnel, o que permitiu um ciclo otimizado de escavações, o uso de avançadas tecnologias na fabricação de concreto e de metodologias que aceleram e otimizam o ritmo das obras.

Localizada entre os municípios de Catalão e Davinópolis, ambos em Goiás, a 220 km de Goiânia, a usina terá capacidade para gerar 210 megawatts a partir de 2010, tendo importância estratégica para o desenvolvimento da região. O empreendimento vai fornecer energia suficiente para abastecer uma cidade com 1,2 milhão de habitantes. As obras foram iniciadas em fevereiro de 2007. .

O Consórcio responsável pela construção da usina é liderado pela Construtora Camargo Corrêa, com participação da Voith Siemens, que fornecerá as turbinas e demais equipamentos eletromecânicos, e da CNEC, empresa de engenharia do grupo Camargo Corrêa responsável pelo projeto. O consórcio investidor do empreendimento é formado pela Camargo Corrêa Energia, Furnas Centrais Elétricas, Alcoa e Departamento Municipal de Energia de Poços de Caldas (DME).

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *