Expansão para produzir lítio e terras raras, além de ferro, cobre e ouro

A revista O Empreiteiro apresenta a seguir uma lista de projetos em desenvolvimento no país ligado à mineração, mostrando que o setor passa por um novo ciclo de crescimento, com variadas iniciativas no setor.

Amarillo Gold Implantação de uma unidade industrial de mineração de ouro no município de Mara Rosa, norte do estado de Goiás. A construção, prevista para iniciar em outubro deste ano, resultará em um investimento de aproximadamente R$ 600 milhões.

Appian Capital Brazil – Proprietária da Mineração Vale Verde. No agreste alagoano, no município de Craíbas, está sendo implantado o projeto Serrote da Mineração Vale Verde, com investimentos de R$ 700 milhões, com operação prevista para 2021, para produzir cobre.

Largo Resources – Operadora de uma mina de vanádio em Maracás, na Bahia, deverá investir mais de R$ 50 milhões na construção de uma nova planta de beneficiamento, com início das obras previsto para o primeiro trimestre de 2021.

Mineração Serra Verde – Projeto de concentrado de terras raras, a ser implantado no município de Minaçu, Estado de Goiás. Projeto de US$ 170 milhões, estava previsto de entrar em operação ainda em 2020.

Nexa Resources – As obras do Projeto Aripuanã, da Nexa, no município de Aripuanã (MT), devem ser finalizadas até o início de 2021. Quando estiver em operação, o beneficiamento previsto do projeto é de 2,3 milhões de t de minério bruto por ano, produzindo zinco, chumbo e cobre.

Salobo – O projeto de cobre Salobo III, aprovado pelo Conselho de Administração da Vale, é uma expansão das operações. O projeto engloba uma terceira linha de concentrador e usará a infraestrutura existente de Salobo. O início das operações está previsto para primeiro semestre de 2022, com ramp-up de 15 meses. Em 2019, o
projeto teve avanço de 40%.

Sigma Mineração – Até setembro de 2021, a mineradora vai investir R$ 500 milhões em planta localizada em Itinga e Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha (MG), para extração de lítio, utilizado na produção de baterias de carros e ônibus elétricos.

Sul América Metais (SAM) – Da holding chinesa Honbridge, a empresa aguarda licença para iniciar desenvolvimento de complexo de minério de ferro de US$ 2,1 bilhões no norte de Minas Gerais. A produção estimada deste projeto é de 30 milhões de toneladas de pellet feed por ano.

Yara – O Complexo Minero-Industrial de Serra do Salitre do grupo norueguês Yara, no município mineiro de mesmo nome, em Minas Gerais, está na segunda fase de construção, que se refere à planta química. Ela completa a cadeia de produção de fertilizantes fosfatados no local. A fase primária do projeto já está em operação há um ano por meio da extração e beneficiamento de rocha fosfática. O investimento total do projeto é de R$ 2,6 bilhões. A finalização das obras está prevista para 2021.

One thought on “Expansão para produzir lítio e terras raras, além de ferro, cobre e ouro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *