Fábricas do Futuro podem reduzir até 20% dos custos produção

As Novas tecnologias estão mudando profundamente a produção industrial, provocando o crescimento da “Fábrica do Futuro”. Para entender como serão as plantas industriais em 2030, suas estruturas, tecnologias e processos, o The Boston Consulting Group (BCG) lança o artigo The Factory of the Future,que entrevistou mais de 750 gerentes de produção de empresas líderes do setor automotivo, de produtos de engenharia e de processos industriais.

De acordo com estudos da consultoria, o desenvolvimento da estrutura, digitalização e processos das plantas – elementos-chave para as Fábricas do Futuro – podem causar um impacto nos custos totais de produção, que terão uma redução de até 20%, dependendo dos preços de material. Durante um período de dez anos, os investimentos acumulados de uma empresa para capturar esses benefícios serão de 13% a 19% da receita de um ano.

Segundo o BCG, as estruturas das plantas precisam ser mais flexíveis, com uma linha de produção modular e produção sustentável.Ao usar novas tecnologias digitais, fabricantes estão levando uma gestão simplificada para o próximo nível e explorando todo seu potencial com foco em dois elementos: foco no cliente e melhoria contínua. O BCG identificou que otimizar os processos de uma fábrica será ainda mais importante no futuro, como afirmaram 97% dos participantes da pesquisa – atualmente, “melhorar os processos” é importante para 70% dos entrevistados.

Os executivos também têm uma grande ambição para elevar a capacidade de suas fábricas. No total, 85% dos entrevistados acreditam que eles podem se beneficiar ao implantar elementos da fábrica do futuro. No entanto, muitos ainda estão tendo dificuldades para atingir os resultados esperados. Apesar de 74% dos entrevistados apontarem que suas empresas implantaram ou planejam implantar esses elementos nos próximos cinco anos, apenas 25% deles afirmam ter conquistado seus objetivos no último ano.

Fonte: Redação OE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *