Ferrogrão terá concessão de 69 anos e segue para TCU

A ferrovia que ligará Sinop (MT), a Itaituba (PA), teve o prazo de concessão alongada de 65 para 69 anos e a exclusividade da operadora limitada ao prazo enquanto a Ferrogrão não estiver interligada a outras ferrovias. O estudo atualizado estima inversão de R$ 8,42 bilhões em construção e material rodante, conclusão em 2029, taxa interna de retorno de 11,04% ao ano e economia em frete projetada em R$ 19 bilhões quando comparado ao transporte rodoviário. O volume de carga é calculado em 20,7 milhões t no 10º ano e atingiria 52 milhões t ao fim da concessão. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *