Governo Federal lança licitação para conclusão das obras da BR-285/RS

Edital prevê continuidade da implantação e pavimentação de 8,47 quilômetros da rodovia, em São José dos Ausentes

O Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), lançou, nesta quinta-feira (12), edital para retomada das obras do lote 2 da BR-285/RS, em São José dos Ausentes, na Região dos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul. A licitação – por meio de Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi) – contempla a elaboração dos projetos básico e executivo e a conclusão dos serviços remanescentes da rodovia federal.

“O avanço da licitação da BR-285/RS é um trabalho do Governo Federal em conjunto com a bancada do Rio Grande Sul. Vamos finalizar essa rodovia tão importante para o estado e melhorar as condições de segurança viária para todos”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

O edital prevê a continuidade da implantação e pavimentação de 8,47 quilômetros da rodovia e de duas interseções, localizadas nos km 34,6 e km 36,9. Ainda serão construídos dois viadutos para a passagem de fauna e uma ponte sobre o Rio das Antas. Esta última terá extensão de 400,4 metros dividida em quatro vãos, sendo dois internos de 130 metros e dois externos de 70 metros, atravessando um grande cânion com altura variando entre 50 e 60 metros.

As propostas serão conhecidas no dia 3 de dezembro. A empresa vencedora, a partir da assinatura do contrato, terá 900 dias para executar os projetos e as obras. Quando concluído, este segmento trará mais segurança e agilidade ao tráfego já que uma das principais funções da BR-285 é proporcionar mobilidade de longa distância.

Importância – A BR-285 tem 744,3 quilômetros de extensão entre Araranguá (SC) e São Borja (RS), na fronteira com a Argentina, onde se conecta com a Ruta Nacional 14 por meio da Ponte Internacional sobre o Rio Uruguai. A rodovia também desempenha papel estratégico dentro do Mercosul e destaca-se por seu forte potencial turístico.

Crédito: DNIT

*Com informações da Comunicação Social do DNIT

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *