gtag('config', 'GA_TRACKING_ID', { 'optimize_id': 'OPT_CONTAINER_ID'});

Categorias

2 de março de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Brasil Terminal Portuário recebe licença de operação do Ibama

2 min read
<p> A Brasil Terminal Portuário (BTP) recebeu no dia 7 de outubro a licença do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para operar a fase 2 do seu terminal multiuso na região da Alemoa, à margem direita do Porto Organizado

A Brasil Terminal Portuário (BTP) recebeu no dia 7 de outubro a licença do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para operar a fase 2 do seu terminal multiuso na região da Alemoa, à margem direita do Porto Organizado de Santos. A licença é complementar à primeira, emitida em 17 de julho deste ano. Em 14 de agosto, a BTP iniciou suas operações comerciais, ainda que de forma parcial.

A nova licença contempla a extensão total do cais (1.108 m acostável), o complemento da área do Pátio de Contêineres, que totaliza 280 mil m², e demais edificações do terminal, como a Casa de Visitantes, a área de apoio aos motoristas e a área destinada à fumigação de contêineres (procedimento para desinfestação de materiais).

A autorização do Ibama para a fase 1 do terminal, concedida no último mês de julho, abrangia instalações do terminal, como a bacia de atracação, os 400m de cais acostável, os 140 mil m² do pátio de contêineres – onde estão instalados e comissionados (prontos para operar) oito portêineres de última geração e 26 transtêineres entre outros equipamentos – além de edificações administrativas e estruturas de apoio como os gates de entrada e saída de caminhões, as subestações, o posto de combustível, o almoxarifado e a oficina de manutenção de veículos. Com as fases 1 e 2 do empreendimento já licenciadas pelo Ibama, o Projeto entra em sua terceira fase, referente ao desenvolvimento do terminal de líquidos, com capacidade para operar até 1,4 milhão de toneladas de granéis do gênero.

Para poder iniciar as operações com toda a capacidade instalada para contêineres, equivalente a 1,2 milhão de TEU’s, a BTP aguarda ainda para esse mês de outubro – conforme inicialmente informado pela SEP, a conclusão dos serviços de dragagem de aprofundamento do canal de navegação e do acesso ao terminal, pela Secretaria de Portos (SEP) e pela Autoridade Portuária de Santos (Codesp). “Com a dragagem concluída, poderemos incrementar a competitividade do Porto de Santos e do País, na medida em que estaremos prontos para atracar, só em nosso terminal, até 3 navios de capacidade de 9.200 TEU’s cada”, afirma Henry Robinson, diretor-presidente da BTP.

Atualmente, o terminal tem capacidade para receber navios de até 7.500 TEU’s. Com essa configuração, desde meados de agosto, quando iniciou as operações comerciais de forma parcial, a Empresa já operou 21 navios, movimentando um total de 17.992 TEU’s.

Fonte: Redação OE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *