Licença prévia vai agilizar licitação das obras em Nova Avanhandava

O Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH) acaba de receber a Licença Ambiental Prévia (LP) que vai permitir a licitação das obras de ampliação e derrocamento do Canal de Nova Avanhandava. O documento foi emitido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e tem validade de cinco anos.  

 

O DH vem trabalhando, agora, na produção dos projetos e estudos ambientais complementares para a concessão da Licença Ambiental de Instalação (LI), próxima etapa do processo de licenciamento ambiental, necessário ao começo efetivo das obras, orçadas em R$ 280 milhões.

 

Com a escavação, o canal de navegação de Nova Avanhandava ganhará mais dois metros de profundidade no acesso à eclusa. As melhorias serão realizadas ao longo de 10 km, com influência nos municípios de Araçatuba, Birigui, Brejo Alegre, Buritama e Santo Antônio do Aracanguá. O empreendimento tornará compatível o uso do reservatório tanto para o transporte de cargas como para a geração de energia.

 

A previsão do DH é iniciar o processo licitatório em outubro próximo, pré-qualificando as empresas. O departamento ainda não prestou informações sobre a possível data de conclusão dos trabalhos.  

 

Hidrovia Tietê-Paraná 

A hidrovia Tietê-Paraná possui 2.400 km de extensão, sendo 1.600 km no Rio Paraná e 800 km no Estado de São Paulo e conecta cinco dos maiores estados produtores de grãos: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná. 

Fonte: Redação OE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *