Mato Grosso quer investir até R$ 500 milhões em turismo nos municípios

O Prodetur é uma linha de crédito que visa o alcance das metas do Plano Nacional do Turismo. O Governo do Estado entra com 60% do financiamento e o federal com os 40% restantes. Por isso, o valor final vai depender da capacidade de endividamento do Estado.

Segundo o secretário de Estado de Turismo, Yuri Bastos Jorge, a realização da Copa do Mundo de 2014 em Mato Grosso vai dar oportunidade para que o Estado invista, tal como vem fazendo em Chapada dos Guimarães, em vários outros municípios turísticos situados num raio de 200 quilômetros de Cuiabá, como Nobres, Jaciara, Juscimeira, Barão de Melgaço, Poconé, Cáceres e outros.

Nesta quinta-feira (25) a Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur-MT) apresentou aos representantes de outras instituições do governo como funciona o Prodetur e qual será a utilização do recurso.
Em Mato Grosso, já está sendo preparada a Carta Consulta, para dar entrada na Confies (agência que faz análise e aprova o Estado para receber o incentivo).

De acordo com a secretária-adjunta de Estado de Desenvolvimento do Turismo, Vanice Marques, o Prodetur será mais uma oportunidade de organização e da qualificação do setor nos quatro pólos turísticos: Araguaia, Cerrado, Pantanal e Amazônia. Será mais uma oportunidade de trabalhar ações de qualificação, infraestrutura e divulgação.

“O Ministério sinaliza que já foram aprovadas todas as especificações para o recebimento dos recursos”, afirmou ela. “Ele já pode começar os investimentos e, dentro de dois a três meses, já podemos contar com mais essa ajuda”.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *