O desenvolvimento das pontes de arco

As pontes de arco são as mais antigas do planeta. A mais antiga delas no mundo é a ponte Caravan, que atravessa o rio Meles, na Turquia. A estrutura foi construída em 850 a.C.

Engenheiros romanos construíram muitas pontes de arcos de pedra, mas poucas ainda estão de pé. Provavelmente a mais famosa é a ponte do Gard, uma estrutura de aqueduto no sul da França. Construída no século I, ela se caracteriza por três arcos de pedra calcária, com 48 m de altura e 275 m de extensão.

Já a ponte Alcântara, na Espanha, construída pelos romanos no ano 106, foi reparada numerosas vezes, mais ainda serve para passagem de pedestres. Ela tem 45 m de altura e 182 m de extensão.

Muitas pontes de arco do período medieval e Renascimento estão ainda em operação. Uma ponte de arcos icônica fica em Veneza, na Itália, erguida em 1591 sobre o Grande Canal. Com estrutura de mármore branco, a ponte Rialto se caracteriza por duas rampas ligadas ao pórtico central.

A primeira ponte de arco construída com metal fica em Shropshire, Inglaterra, e foi aberta em 1781. Hoje, funciona como passagem de pedestres.

O uso de ferro fundido e aço em pontes permitiu o desenvolvimento de pontes de arco com o tabuleiro suspenso por meio de cabos.

Fonte: Revista O Empreiteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *