Abcic divulga vencedores do Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricados de Concreto

Os vencedores do Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricados de Concreto 2019, nas categorias Edificações, Infraestrutura e Pequenas Obras, foram anunciados pela Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic) no último dia 28, em São Paulo (SP). 

Em Edificações, a obra vencedora foi o empreendimento Royce Connect III, em Santo André (SP). Com área construída de 43.277 m², o projeto constitui-se de um galpão para armazenamento e um edifício administrativo multipavimentos. As estruturas pré-fabricadas de concreto – vigas, pilares, lajes alveolares, painéis arquitetônicos de fachada não estruturais, escadas e contenções pré-fabricadas – foram fornecidas pela Leonardi Construção Industrializada.

Um dos grandes desafios do projeto foi o atendimento da arquitetura rebuscada do prédio administrativo, com a existência de curvas nas fachadas, varandas em balanços, caixas de escadas especiais, entre outros. Para garantir que o trabalho de transformação da estrutura previamente concebida para ser moldada in loco numa estrutura pré-fabricada, sem causar qualquer prejuízo ao conceito arquitetônico, todo o projeto foi concebido dentro de uma plataforma BIM, que possibilitou a verificação minuciosa tanto por parte o arquiteto Fabio Vital (Fabio Vital Arquitetura), através dos modelos 3D, quanto por parte dos projetistas da estrutura, cuja liderança ficou a cargo do engenheiro Flavio Isaia (IGA Engenharia e Consultoria).

Na categoria Infraestrutura, o Prêmio Obra do Ano foi para a Arena Petry, em Santa Catarina, complexo de eventos com capacidade de 17,5 mil pessoas e o maior palco indoor do Brasil com 540 m². Para montar sua estrutura moderna, a Proaço Indústria Metalúrgica, que produz estruturas pré-moldadas de concreto e metálicas, forneceu blocos de fundações, pilares, cortinas de contenção, vigas de transição, vigas pórtico, painéis de fechamento e laje alveolar.

O pré-fabricado possibilitou nessa obra a preservação da arquitetura com todos seus detalhes, reduzindo ao máximo as alvenarias, racionalizando praticamente a totalidade dos materiais empregados na obra, facilitando a compatibilização dos projetos através de modelagem em sistema BIM e empregando um sistema de ventilação e iluminação natural eficiente. O projeto arquitetônico foi de Luiz Octavio Almeida de Oliveira (Topsolo) e o projeto estrutural, de Fernando Pirani Faustino (Proaço).

Já na categoria Pequenas Obras, o vencedor foi  a Igreja Batista do Morumbi, situada em São Paulo, com projeto arquitetônico de Felipe Aflalo (Aflalo & Gasperini Arquitetos). Com três pavimentos, a obra havia sido pensada para ser em estrutura convencional. Por isso, foi um desafio na fase de projeto, sua transformação para o sistema construtivo em pré-fabricado.

Porém, a industrialização cumpriu bem seu papel com muita versatilidade e design atendendo as linhas arrojadas do projeto arquitetônico, possibilitando que o prazo execução dos trabalhos em campo fosse reduzido, com a obra sendo montada em um período de 40 dias. O projeto estrutural ficou a cargo do engenheiro Marcelo Cuadrado Marin, da Leonardi, fabricante que forneceu pilares, vigas, laje alveolar e painéis arquitetônicos de fachada não estruturais para a obra.

Nas três categorias, o Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricados de Concreto 2019 concedeu menções honrosas: GH Corporate (Edificações), com estruturas fornecidas pela Leonardi Construção Industrializada, projeto arquitetônico de Anderson Leite (Anderson Leite Arquitetura) e projeto estrutural de Marcelo Cuadrado Marin, as Praças de Pedágio SP 255 e SP 318 (Infraestrutura), com estrutura fornecida pela Tranenge Construções e projeto estrutural de Luiz Fernando de Almeida (Planvia Engenharia e Consultoria e Selco Arquitetura e Engenharia), e Casa Guaratuba (Pequenas Obras), estrutura fornecida pela Galleon Pré-Fabricados e projeto arquitetônico de Bruno Polimeno (Galleon) e projeto estrutural de Ruy Bentes (Galleon).

O Prêmio Obra do Ano foi criado em 2011 e prestigia as empresas pré-fabricadoras e os arquitetos e engenheiros projetistas de estruturas que usam o sistema construtivo em seus projetos. A premiação tem o apoio institucional da ABECE – Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural, ABCP – Associação Brasileira de Cimento Portland, ABRAINC – Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias, AsBEA – Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, FIABCI – Federação Internacional Imobiliária, IBRACON – Instituto Brasileiro do Concreto, SECOVI – Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de São Paulo, SINAPROCIM – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos de Cimento e Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração. O evento teve o patrocínio das empresas ArcelorMittal e MC-Bauchemie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *