Licitação do aeroporto de Ponta Grossa ocorre em março e obras terão início até junho

As licitações ainda não estão públicas, mas deverão ser publicadas na metade do mês de março

Depois de dois meses após a assinatura do Termo de Compromisso junto ao Ministério da Infraestrutura e Secretaria Nacional de Aviação Civil, o prefeito Marcelo Rangel (PSDB) deu um prazo concreto para que as obras de R$ 35 milhões de ampliação do Aeroporto Sant’Ana sejam iniciadas. De acordo com o prefeito os trabalhos terão início entre 45 e 90 dias.

Em entrevista ao Jornal da Manhã e portal aRede o gestor municipal confirmou que o processo todo já está encaminhado e revelou o prazo. “A autorização já foi dada, então todos os documentos já foram superados e agora é só o processo de licitação”, destaca Rangel. A verba total de R$ 35 milhões já está em posse do município e a perspectiva é de que as obras deixem o aeroporto quatro vezes maior.

As licitações ainda não estão públicas, mas de acordo com o superintendente do aeroporto, Victor Hugo de Oliveira, elas serão publicadas na metade do mês de março.

As obras contemplam a construção de um novo terminal de passageiros, um pátio para aeronaves capaz de receber aviões a jato, como Boeing e Embraer, uma nova taxiway (via que ligará o novo terminal de passageiros e o novo pátio de aeronaves até a pista) e também um novo estacionamento para veículos, que comportará mais de 200 automóveis. Para o superintendente as obras se relacionam diretamente com os trabalhos desenvolvidos ultimamente no aeroporto. “Essa obra vem nos ajudar com a expansão a qual nós estamos com os novos destinos, e realmente um assunto se soma ao outro”, conclui. A perspectiva inicial é de que as obras sejam concluídas até o fim de 2021. Durante a execução das obras, não haverá parada nos serviços.

Nestes R$ 35 milhões não está prevista nenhuma alteração da pista do aeroporto, nem para ampliação e nem para o alargamento. Porém o Governo do Paraná, através da secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL), comandada por Sandro Alex, prevê uma intervenção na rodovia PR-151, para que a pista do aeroporto seja ampliada entre 400 e 600 metros, o que possibilitaria a operação de Boeing 737 e Embraer E-195.

Pista poderá ser aumentada em até 600 metros

A intervenção está prevista no projeto de duplicação da PR-151 entre Ponta Grossa e Palmeira, no edital que já foi lançado para contratar a empresa que vai elaborar o projeto executivo de engenharia da via. Há duas possibilidades: fazer um desvio da pista na altura do aeroporto ou então uma passagem de nível, criando um túnel de até 300 metros para a passagem de veículos, e a pista do aeroporto em cima. A elaboração do projeto de engenharia é financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, dentro do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná.

As informações são do site ARede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *