Engie Brasil tem financiamento de projeto aprovado pelo BNDES

Em comunicado, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que foi aprovado um financiamento no valor de R$ 1,26 bilhão ao grupo Engie Brasil (EGIE3).

Segundo o banco, a quantia será utilizada pela Engie na implantação de 18 parques eólicos e seus sistemas de transmissão de energia do Complexo Eólico Umburanas. A planta se localiza nos municípios baianos de Sento Sé e Umburanas. Os recursos do BNDES representam 78,8% do investimento total do projeto, que é de aproximadamente R$ 1,6 bilhão. O projeto envolve sobretudo a compra de aerogeradores, obras civis e sistema de conexão. De acordo com o BNDES, o financiamento será realizado no âmbito Finem, linha destinada à geração de energia eólica. Esse plano de investimentos abrange linhas acima de R$ 10 milhões. Ainda segundo a estatal, os projetos voltados à geração renovável de energia se enquadram, nos critérios do BNDES Finem.

O BNDES ressaltou que o grupo Engie estabeleceu dezoito sociedades de propósitos específicos (SPE) para a construção e atividade de cada um dos 18 parques do Complexo Eólico Umburanas. Segundo a apuração da instituição bancária, toda a energia levantada será direcionada por linhas de transmissão por cerca de cinquenta quilômetros até a subestação de Ourolândia II, também na Bahia. Neste local haverá a integração ao Sistema Interligado Nacional. Resultados da Engie A Engie Brasil apresentou um lucro líquido de R$ 385,4 milhões no segundo trimestre de 2019. O valor apresenta uma redução de 34,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) foi de de R$1,052 bilhão. O resultado apresentou uma queda de 13,7% em comparação a 2018. A diminuição chegou a R$166,7 milhões, fator que foi citado pela empresa como um dos principais motivos da perda no lucro líquido. Além disso, o aumento de R$ 104,6 milhões nas despesas financeiras líquidas e o custo de R$ 91,6 milhões do imposto de renda e da contribuição social, foram citados como outras causas da queda no lucro líquido.

A divulgação dos resultados da Engie Brasil no 3º trimestre deste ano será realizada no dia 5 de novembro.

fonte: Suno Research

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *