Entrevias é a primeira concessionária de rodovias a conquistar o ISO 39001

A Entrevias conquistou o selo ISO 39001 – Sistema de Gestão da Segurança Viária. A recomendação ocorreu depois de auditoria realizada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas Certificadora (ABNT). De acordo com a concessionária, para conquistar a recomendação, os auditores da ABNT consideraram quesitos importantes de desenvolvimento e aplicação de uma política de segurança viária adequada, planos de ação que levem em conta os requisitos legais, investigação de acidentes viários e o gerenciamento de informações relacionadas à segurança viária dos usuários.

Com isso, a Entrevias se torna a primeira concessionária de rodovias do Brasil a ser recomendada na certificação ISO 39001, que tem como principal objetivo reduzir as mortes e lesões graves relacionadas a acidentes de trânsito. “A segurança é um forte compromisso da Entrevias com os usuários. Isso se dá pelo investimento constante em equipamentos de ponta que dispomos em todo trecho concessionado, na qualificação profissional do atendimento diário nas rodovias, no pensamento estratégico das equipes e na tecnologia, que nos permite gerenciar todas as informações em tempo real para a melhor tomada de decisão”, diz Sergio Santillan, diretor-presidente e de Operacões da Entrevias.

Durante três dias, auditores da ABNT avaliaram áreas como o sistema de gestão da Entrevias, inspeção de tráfego, atendimento pré-hospitalar, operação de veículos de apoio ao usuário, sistema de sinalização, operação nas praças de pedágio, ouvidoria e CCO (Centro de Controle Operacional), que gerencia e monitora todo o trecho da Entrevias, 24h por dia. A área que teve maior destaque dos auditores foi a capacitação técnicas dos agentes que trabalham no dia a dia da rodovia, os veículos e os equipamentos utilizados para o socorro e apoio dos usuários.

A concessionária Entrevias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 km de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *