Jockey Plaza será o maior shopping do sul do Brasil

O projeto assinado pelo arquiteto Manoel Dória, da Dória Lopes Fiuza Arquitetos Associados, está prestes a sair do papel. Com 210 mil m2 de área construída e 62 mil m2 de área bruta locável, o Jockey Plaza Shopping Center será construído no Bairro Tarumã, vizinho ao Jockey Club do Paraná, em Curitiba.

De acordo com estudos de mercado, o empreendimento do Grupo Tacla, Paysage e Casteval deve receber mensalmente 1,2 milhão de visitantes, o equivalente a três quartos da população da capital paranaense. “É um empreendimento localizado numa região da cidade que ainda não possuiu um grande equipamento de varejo, serviços e lazer”, destaca Dória.

Os acessos serão pela Avenida Victor Ferreira do Amaral e pela Rua Konrad Adenauer. “O grande adensamento da região e a expectativa de crescimento em razão da Linha Verde, projeto urbanístico da cidade de Curitiba, foram determinantes para o projeto”, explica o arquiteto.

Segundo Manoel Dória, a arquitetura será uma das âncoras do empreendimento. A praça de alimentação e muitas lojas terão vista para o hipódromo. “Essa foi uma das premissas do projeto. O usuário poderá observar os páreos, as corridas e os grandes prêmios”, ressalta.

Recriar espaços, ruas e jardins

O Jockey Plaza terá dois pavimentos de lojas totalmente integrados, amplos malls, muita luz natural e pés-direitos majestosos. “A ideia é que o usuário tenha sensações diferenciadas em cada ponto e sinta a harmonização e agradabilidade proposta na arquitetura, gerando, desta forma, um passeio inusitado e surpreendente”, destaca Dória.

No total serão 430 operações, sendo 10 âncoras, academia, oito salas de cinema, oito restaurantes, 35 lojas de alimentação, 20 lojas de serviços, 50 mega lojas, área de lazer, 300 lojas satélites, quatro praças para eventos, boulevard panorâmico com vista para o Jockey Club, entre outros atrativos. O projeto contempla também dois pavimentos no subsolo destinados às vagas de garagem. No total serão 3.300 vagas fixas, que correspondem a 16.500 carros/dia.

A previsão é de que as obras comecem no segundo semestre de 2012 e que o empreendimento esteja pronto entre 2014 e 2015.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *