Material de construção pode ter nova linha de financiamento

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, anunciou em coletiva de imprensa no Conselho Superior da Indústria da Construção (Consic) da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp), na sexta-feira (25), que o ministério está estudando em conjunto com a Caixa Econômica Federal uma modalidade de financiamento de materiais de construção mais eficaz do que a que está em vigor.

“Vamos definir a nova linha o mais rápido possível. Devemos priorizar a efetividade e a maior agilidade. Estamos buscando uma modalidade que seja menos burocrática e mais efetiva", afirmou o ministro, referindo-se à linha de financiamento em vigor, que conta com cerca de R$ 1 bilhão, com juros de 12% ao ano.

Outro tema abordado na coletiva foi o spread bancário – diferença entre as taxas de juros cobradas na captação e na aplicação de recursos pelos bancos. “Tudo está sendo discutido. A questão do spread tem sido discutida não só para o financiamento do material de construção como para outros setores, inclusive com essa nova dinâmica da política de juros. Essa nova linha contemplará todas as demandas e o fundamental é que haja uma boa execução”, ressaltou.

Ele destacou, ainda, a preocupação da sua pasta com qualidade, tecnologia e sustentabilidade no setor da construção. Também informou que na próxima reunião do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), prevista para junho, a nova linha de financiamento deverá estar pronta.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *