Okara Hub, hub de inovação da Engeform em parceria com outras empresas, inicia terceiro ciclo de tração com 13 novas startups

Após dois batches de sucesso, o Okara Hub, ecossistema de inovação da Engeform em parceria com outras empresas, acaba de iniciar seu terceiro ciclo de tração, com 13 novas startups dos ramos de engenharia, construção civil, desenvolvimento imobiliário e cidades inteligentes. Ao todo, 23 construtechs já passaram pelo hub e geraram mais de R$ 2 milhões em negócios durante o período de aceleração.

Na Engeform, por exemplo, 12 projetos-pilotos foram implementados e estão evoluindo nos canteiros da empresa por todo o Brasil. Com eles, a companhia já conseguiu ganhos bastante representativos em suas obras. Em termos de economia, foi aproximadamente meio milhão de reais, além de auxílio na redução de prazo em seis meses em uma das suas principais obras do ano, redução de 50% do tempo de assinatura de contratos e levantamentos topográficos, acompanhamento dos empreendimentos lineares em “real time”, o que proporciona visão mais rápida de desvios, e implementação de planos de ações eficazes de maneira ágil, garantindo mais velocidade nas construções.

“Mais do que sermos inovadores, queremos atuar na fronteira do conhecimento, antenados às tendências do mercado e às soluções disruptivas que podem trazer valor aos nossos negócios e evoluir o setor como um todo. A busca e o investimento em novas soluções é algo latente em nossa cultura corporativa, pois entendemos que essa é a chave para o desenvolvimento de um mercado que é um dos que mais apresenta potencial de evolução. Com isso, elevamos o nosso propósito de desenvolver a arte de engenheirar para fazer a diferença na vida das pessoas a um outro patamar”, destaca Rafael Alpire, especialista em Inovação e Gestão do Conhecimento da Engeform.

Utilizando os conceitos de Equity Free e Open Innovation, as startups que ingressam no Okara Hub ganham um espaço, mentorias, oportunidades de negócios, diagnósticos de problemas reais de grandes empresas do setor da construção civil e aceleração. Caso ultrapassem esta etapa com sucesso, elas têm a oportunidade de escalar sua atuação dentro de cada organização e firmar um contrato mais longo ou mesmo parcerias/sociedades com as companhias envolvidas no hub, como aconteceu com as donas dos 12 projetos implementados na Engeform.

As 13 selecionadas no 3º batch (Aval, Babid, Docket, Maply, Órbita Tecnologias, Dom Rock, Engelink, Noknox, Tecza, Polynano, Docket, Optimum e LD) apresentam soluções voltadas para diferentes necessidades mapeadas pelas empresas idealizadoras do hub, entre elas otimização de custos; gestão de espaços; racionalização de projetos; tecnologia de visitação de espaços de forma virtual; gestão e pré-análise de documentos; análise de dados mapeados por drones; inteligência artificial para otimização de processos; integração de dados; estabilização de solo com solução nano estruturada; entre outras.

Esse terceiro ciclo de tração terá duração de nove meses, quando as inscrições para o 4º batch serão abertas. Vale destacar que, profissionais do setor, outras startups ou mesmo pessoas interessadas em inovação podem participar de diversos eventos que acontecem mensalmente no Okara. Para mais detalhes, agenda e informações, acesse www.okarahub.com.br. Já para saber mais sobre a Engeform e as demais iniciativas da companhia relacionadas à inovação, entre no site www.engeform.com.br ou acompanhe as redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *