PIB deve crescer 3,8%, aponta Sinduscon

O PIB (Produto Interno Bruto) da construção brasileira deverá fechar o ano de 2020 com variação negativa de -2,5% na comparação com 2019. Em 2021, a construção deverá crescer 3,8%.

As projeções foram apresentadas pelo presidente do SindusCon-SP, Odair Senra, e pelo vice-presidente de Economia da entidade, Eduardo Zaidan, no início desse mês.

Segundo o presidente, uma grande preocupação do setor é o aumento dos preços dos materiais de construção que já estão refletindo nos custos das obras e a expectativa é que esse impacto avance pelo primeiro trimestre de 2021, podendo refletir na retomada do setor e consequentemente no nível de empregos.

A coordenadora de Projetos da Construção da FGV, Ana Maria Castelo, também participou do encontro. De acordo com a Sondagem da Construção da FGV/Ibre, todos os indicadores da média do índice de atividades mostram a retomada da construção, mas ainda assim irão apresentar variação negativa no ano.

Fonte: Sinduscon-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *