Quito ganha aeroporto para 5 milhões de passageiros/ano

Quito, capital do Equador, ganhou o mais novo aeroporto internacional do país. Para a construção do projeto, que é uma das maiores obras de engenharia da história do país, foram investidos US$ 600 milhões. A construção do novo aeroporto, que vai atender a 5 milhões de passageiros por ano, começou em 2006 e foi realizada pela empresa Aecon AG. A pista tem 4,1 mil m de comprimento e 45 m de largura.

A escolha dos equipamentos que participaram da obra foi feita a partir do que há de mais moderno em tecnologia. Quatro equipamentos do Grupo Wirtgen participaram dos trabalhos no local, que fica a 2,4 mil m acima do nível do mar e abrange uma área total de 1,5 mil hectares. Foram duas usinas de asfalto da Ciber Equipamentos Rodoviários, ambas do modelo UACF 19 P2 e duas pavimentadoras Vögele modelo Super 1800, as responsáveis pela produção do asfalto e pela aplicação do mesmo em toda a extensão da pista.

O novo aeroporto trará melhorias em relação a questão aérea do país, para o turismo e especialmente para a economia. Ele está localizado a 25 km de Quito, no planalto de Tabela, o que demandará mais investimentos em obras de acesso. Além disso, a partir da infraestrutura maior do aeroporto, os aviões poderão decolar com até 90% de seu peso máximo, permitindo maior capacidade de exportação e importação. Por isso, com o empreendimento surge também um altíssimo benefício econômico para o país, uma vez que, atualmente, os aviões circulam com apenas 60% do peso máximo de decolagem.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *