Rio Bravo Project Finance Ganha Mercado Entre Bancos

Lançada em 2005, a Rio Bravo Project Finance tem ampliado sua atuação na área de assessoria financeira a projetos de infraestrutura, ficando em primeiro lugar no ano passado na assessoria financeira para participações em leilões de concessão, com nove projetos assessorados, que somaram R$ 5,53 bilhões, segundo ranking da Associação nacional dos Bancos de Investimento (Anbid).

A gestora tem assessorado grande parte dos projetos voltados para o setor de energia, como os do leilão de linhas de transmissão do Rio Madeira, realizado em novembro de 2008. A gestora ainda assessorou a Cymi Holding, que arrematou dois lotes. A Rio Bravo ainda participou como assessor financeiro do consócio vencedor do leilão de concessão da usina hidrelétrica de Jirau, constituído pelo grupo Suez, Camargo Corrêa, Eletrosul e Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

Liderada pelos diretores executivos com vasta experiência nesse setor: Sérgio Heumann (ex-Citibank), Luiz Macedo (ex-Santander) e Fábio Okamoto (ex-ABN Amro), a gestora tem atuado nos diversos setores de infraestrutura que envolvem projetos de concessões de rodovias, água e saneamento , portos, e energia. “Nossa equipe é formada por sete profissionais, sendo quatro deles com grande experiência na área de project finance, o que acaba sendo uma vantagem no mercado”, destaca Heumann.

Atualmente, a gestora está trabalhando na assessoria de quatro operações para o leilão de linhas de transmissão que deverá ocorrer em maio, em que serão licitados 12 lotes, além de projetos na área de geração de energia, co-geração, na concessão de um porto em Santa Catarina, e de uma Parceria Pública Privada (PPP) no setor de água e saneamento. “A crise afeta pouco o setor de infraestrutura, que conta com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Esses investimentos têm sido ampliados pelo governo como alternativa para estimular a economia a sair da crise”, diz Heumann.

Ele destaca, no entanto, que o crédito privado, apesar de estar voltado aos poucos depois de um período de contração, tem apresentado um aumento dos custos e redução dos prazos, inclusive para clientes de primeira linha. “Isso deve implicar num aumento das taxas de retorno exigidas nos projetos, o poderá elevar os custos para o consumidor final.”, afirma Heumann.

Macedo ressalta que o mercado de capitais deve ampliar o papel no financiamento desses projetos diante da contração do crédito bancário. “Com a queda da taxa de juros, os fundos de pensão serão obrigados a buscar alternativas de investimento que ofereçam maior retorno, o que deve impulsionar o mercado de capitais”, diz.

Nesse sentido, Macedo afirma que instrumentos como os Fundos de Investimento em participações (FIPs) e os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) devem ganhar espaço no financiamento a essas operações. “Esses projetos devem atrair os fundos de pensão, uma vez que oferecem receitas pré-definidas e de longo prazo.”

Segundo Heumann, uma das vantagens de atuar como gestora independente na área de assessoria financeira de projetos de infraestrutura é a capacidade de oferecer agilidade dos serviços, diferente da burocracia enfrentada nos grandes bancos.

Além disso, a gestora, segundo Heumann, pode atuar de forma mais independente na assessoria financeira aos projetos. “O trabalho de assessoria financeira realizado pelos bancos, muitas vezes, acaba sendo condicionado ao modelo de financiamento que será oferecido pelo banco. Como não oferecemos empréstimos, temos condição de trabalhar de forma mais isenta, oferecendo as melhores opções para a contratação de empréstimos para nossos clientes”, diz Heumann.

O assessor financeiro atua desde a elaboração da proposta para as empresas participarem dos leilões de concessão até o desenho do modelo de financiamento para o projeto e na definição do pacote de garantias da obra. Já o estruturador do projeto, é a instituição que participa do empréstimo e assume os riscos da operação.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *