Das cinzas: reconstrução das cidades chinesas atingidas pelo terremoto é iniciada

Agora que a operação de resgate, que sucedeu o terremoto devastador do mês passado na China, chegou ao fim, o foco dos esforços governamentais passa a ser a reconstrução de uma área do tamanho da Grécia ou da Islandia. Construtores de todo os país estão se apressando para desenhar plantas para a reconstrução das comunidades afetadas, enquanto que os recursos necessários para a imensa tarefa, tanto financeiros como de equipes, estão sendo mobilizados para auxiliar as vítimas, que em número podem ultrapassar a população do Canadá. Entre as cerca de 30 milhões de pessoas atingidas pelo terremoto, 5 milhões perderam suas casas e precisam ser realocadas imediatamente. Especialistas afirmam que a reconstrução terá custos colossais. No momento, autoridades governamentais mobilizaram 20 províncias para ajudar as comunidades de Sichuan a construir 1 milhão de casas temporárias nos próximos 3 meses. Uma das grandes preocupações da política de reconstrução é a possibilidade de reocorrência de terremotos nos próximos anos.

Especialistas dizem que o estudo de condições locais geológicas deve ser tomado como prioridade para a reconstrução das cidades atingidas.

Leia Mais:

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *