Categorias

26 de fevereiro de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Em busca da 1ª norma de HDD

2 min read

É gratificante ver os esforços que vêm sendo empreendidos para que tenhamos a primeira norma de HDD. Os esforços feitos pelo atual Presidente da ABRATT, Hélio César Perini Rosas, não deixam dúvidas, os 20 anos que já se foram, permitiram à comunidade técnica acessar tudo
que de mais atual há no setor. Outras ações anunciadas pelo Hélio Rosas dão a certeza de que os próximos anos serão profícuos.

Tendo participado do comitê F17 da ASTM há anos e membro do Comitê de Tecnologia da CGA, Common Ground Alliance, tive e continuo tendo a oportunidade de acompanhar a elaboração de algumas normas e avanços no setor. Não posso deixar de informar, o quanto estão avançados em relação a nós. Para essa primeira constatação, existe (não é mais publicado) um extrato das normas de MND, cuja última edição 2005, tenho o privilégio de ter uma cópia. O extrato possui 594 páginas e centenas de normas e ainda não trazia na época a agora conhecida F 1962 que
trata DO MAXI HDD.

Por se tratar de uma instalação de muita responsabilidade, basta mencionar que hoje com o MÉTODO DE INTERSECÇÃO estamos instalando tubulações por HDD em distancias que excedem os 5 quilômetros, isso mesmo, mais de 5000 m metros de tubulação são puxadas para dentro
do furo alargado. Isso dá a todos uma ideia dos desafios.

Por isso mesmo, e sentindo falta no nosso dia a dia dos furos de pequenos diâmetros e pequenas extensões, o MINI HDD que compreende o limite de 300 mm em diâmetro e 180 m em extensão, e 4,5 m de profundidade, em sua maioria instalando tubulações plásticas de PEAD, ou Polietileno de Alta Densidade é que o PPI Plastic Pipe Institute dos Estados Unidos, completou com as melhores práticas o documento da ASTM, editando e distribuindo a edição TR 46, de 2009 elaborado por Larry Slavim, sob a coordenação do
mencionado Instituto. A obra veio complementar a Norma, e se relacionam.

O objetivo desta publicação é anunciar que o PPI autorizou a tradução do referido documento para que tenha a maior abrangência possível e
alcance todos os envolvidos para que nossas atenções estejam voltadas para os desafios de instalar redes com MINI HDD mantendo direcionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *