Categorias

25 de janeiro de 2021

Plataforma de informação sobre Infraestrutura, Construção Industrial e Edificações

Faturamento das usinas de açúcar e álcool deve crescer 11%

2 min read
Faturamento das usinas de açúcar e álcool deve crescer 11%

Apesar da crise financeira pela qual diversas usinas de açúcar e álcool passam atualmente, o segmento deverá fechar a safra 2008/09 com um faturamento de R$ 51 bilhões, 10,8% maior que no ciclo 2007/08. As informações partem do Valor Econômico.

A elevação da receita reflete, sobretudo, o maior volume de cana processado, mas também a recuperação dos preços médios do açúcar nos últimos meses, segundo Josias Messias, diretor do Centro de Informações Sucroalcooleiras (Procana).

A expectativa para a nova safra, a 2009/10, é de que a receita do setor aumente até 12%, atingindo, se confirmadas as estimativas, R$ 57 bilhões, impulsionada pela valorização do açúcar no mercado internacional. Esse valor considera as vendas de açúcar, álcool, energia a partir da biomassa, melaço, levedura e outros subprodutos da cana de 373 usinas em operação no país.

A situação financeira das usinas continua e se manterá delicada nos próximos meses, segundo analistas ouvidos pelo Valor. A dificuldade de obter crédito no mercado tem levado as empresas do setor a processar mais cana para fazer caixa e a puxar o freio nos investimentos.

Os aportes em novos projetos ficarão para segundo plano, concentrados apenas em grupos mais capitalizados. O Procana estima que os investimentos das usinas na temporada 2009/10 deverão ficar em R$ 6 bilhões, os mesmos valores do ciclo anterior.

A produção de cana no Brasil deverá ficar em 560 milhões de toneladas em 2008/09, em linha com as principais consultorias do setor. Em relação ao ciclo 2007/08, houve um crescimento de 12%. A produção de açúcar deverá ficar em 32 milhões de toneladas, os mesmos volumes da safra anterior, com exportações de 20 milhões de toneladas do produto.

Para o álcool, a oferta no país ficará em 27 bilhões de litros, aumento de 20%, com embarques de 5 bilhões de litros, alta de 43% sobre o ciclo anterior. Para a nova safra, as estimativas do Procana ainda são preliminares. A expectativa é de que a moagem aumente cerca de 10%.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *