Futuro promissor

O atual ano de 2019 é – ou já deveríamos dizer era – um ano de grandes expectativas.

Depois de 3 a 4 anos de crise econômica, este ano deveria ser caracterizado por uma recuperação geral e significativa da economia brasileira. As previsões para o crescimento do PIB foram em torno de 2,5%. Estas expectativas não se realizaram.

O crescimento do PIB será consideravelmente inferior a 1%. Muitos setores da indústria – excluindo automotivo e agrícola, que mostraram um desempenho razoável nos últimos 1 a 2 anos – ainda sofrem com a fraca demanda doméstica.

A voestalpine Meincol encontrou seu caminho positivo através da crise com um esforço permanente para satisfazer seus clientes com um portfólio de produtos mais específico – mais produtos especiais ou customizados e menos produtos conhecidos como padrão. Esta missão começou já em 2008, logo após a aquisição da então empresa familiar. Entretanto, a voestalpine Meincol mudou de um distribuidor de aço com produção de tubos para um verdadeiro especialista em tubos e perfis ou, em outras palavras, de uma posição de “Me-Too” (um dos muitos distribuidores de aço com mais ou menos o mesmo portfólio de produtos) para uma “USP” (Unique Selling Proposition – proposta única de venda) em nichos de mercado.

Continuando essa missão e, apoiados pelas expectativas otimistas de crescimento do país nos próximos anos, decidimos no ano passado entrar no mercado de Purlins ou terças metálicas (sistemas de construção para cobertura e fechamento lateral) no Brasil. No segundo semestre de 2018, todo o trabalho de preparação foi feito com o apoio de empresas irmãs europeias, que já são líderes de mercado para este produto em seus relevantes mercados. A linha de produção foi instalada no primeiro trimestre de 2019 e, já no início de abril, os primeiros Purlins foram entregues no mercado.

Nesse contexto, deve-se mencionar que o produto em si já é conhecido no mercado há vários anos e, como tal, não é nada novo, mas seguindo nossa filosofia de não querer ter uma posição “Me-Too”, estamos oferecendo um novo conceito e os primeiros clientes satisfeitos provam um começo bem-sucedido com um futuro muito promissor.

*Manfred Wuble, diretor Comercial-Financeiro da voestalpine Meincol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *