Petrobras calcula 2.500 empregos em Itaboraí nas obras da Rota 3 para escoamento do pré-sal até 2020 no Comperj

Ajudantes, operadores de máquinas pesadas, motoristas de caminhões, soldadores e eletricistas  estão entre as principais funções a serem requisitadas  através de terceirizadas, anunciou hoje a Petrobras

Petrobras anunciou um novo prelúdio positivo para os munícipes de Itaboraí e região que almejam recolocação no mercado no setor de óleo e gás, com foco nas obras da Rota 3 que acontecem neste exato momento. No RJ, já começando neste ano de 2019, os processos de contratação para mão de obra qualificada para este empreendimento que escoará o pré-sal da Bacia de Santos até o Comperj vai empregar cerca de 2.500 trabalhadores até junho de 2020 ( previsão), sendo que nos dias atuais há 5 mil deles envolvidos de alguma forma no empreendimento.

De acordo com a Petrobras, em anúncio oficial hoje (30), a estimativa são para oportunidades de trabalho  nas áreas de eletricistas, soldadores, motoristas de caminhões, operadores de maquinas pesadas e ajudantes sejam contratados através de terceirizadas em 2019, cujo estas executaram serviços de montagem e construção.

Empresas envolvidas neste projeto do Comperj da Petrobras em Itaboraí

  • Kerui Método
  • EBSE ( vasos e tubulações)
  • Locar ( Rota 3)
  • ECB  ( pavimentação)
  • MIP Engenharia( Rota 3)

Cliquem sobre os nomes para entender os detalhes e papeis de cada uma neste projeto. Algumas continuarão a efetuar contratações pelo Sine e outras diretamente pelo Recursos Humanos de suas respectivas empresas. O CPG ainda não têm acesso a detalhes atualizados neste sentido.

Sobre a Rota 3

O escopo do projeto prevê o escoamento do gás natural extraído do pré-sal da Bacia de Santos até o Comperj ( Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro).

Não apenas os dutos de gás, que devem ter cerca de 355 km de extensão máxima, mas o empreendimento conta ainda com a UPGN ( Unidade de Processamento de Gás Natural), projetada para operar em processamento de até 21 milhões m³ todos os dias. De acordo com a Petrobras e especialistas, estas obras devem ser finalizadas em 2021.

FONTE: CLICK PETRÓLEO E GÁS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *