Governo anuncia dragagem emergencial no Canal da Galheta.

O governo do Estado autorizou nesta terça-feira a contratação da empresa que irá realizar a dragagem emergencial no Canal da Galheta, que dá acesso aos Portos Paranaguá e Antonina (PR). A Somar – Serviços de Operações Marítimas – foi a vencedora da consulta de preço promovida pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), conforme modelo adotado pela Secretaria Especial de Portos . A empresa começa os serviços no fim do mês e terá prazo de 100 dias para dragar 3,7 milhões de metros cúbicos de sedimentos.

“A dragagem tornou-se urgente. Os últimos fenômenos climáticos provocaram assoreamento e o Canal da Galheta perdeu cerca de 23 metros de largura. O Porto de Paranaguá é emergência absoluta, porque está operando e absorvendo a demanda do Porto de Itajaí”, explicou o governador Roberto Requião. “Vamos fazer a dragagem emergencial e, a partir de fevereiro, o Governo Federal assume a dragagem que vai aprofundar o canal para 16 metros”, completou.

O superintendente da Appa, Daniel Lúcio Oliveira de Souza, apresentou o histórico da dragagem nos Portos do Paraná, desde 1998 até os dias atuais, apontando as inconformidades que ocorreram nos contratos anteriores. Souza mostrou como o avanço do banco de areia prejudicou o acesso aos portos. “Nos últimos 121 dias, o banco de areia avançou 54 metros sobre o Canal da Galheta, equivalente ao avanço registrado nos últimos três anos”, disse.

A Somar vai realizar a dragagem a R$ 7,99/m³ e disponibilizar uma draga com cisterna com capacidade de 13,5 mil m³. A empresa, segundo os técnicos do Porto, foi a que apresentou menor preço, menor prazo para mobilização do equipamento, melhor produtividade e melhor condição técnica.

A draga “HAM 310” chega ao Porto de Paranaguá na próxima sexta-feira (23) e começará a operar assim que todo o trâmite junto aos órgãos de fiscalização for encerrado. Com a conclusão da dragagem, o Canal da Galheta retorna ao seu projeto original que é de 15 metros.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *